Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Felipão revela conversa com Pierre e admite chance de retorno

O técnico do Palmeiras deu pouco espaço para o volante nessa temporada, o que acarretou no seu empréstimo para o Atlético-MG

Gazeta |

AE
Felipão admite a chance do volante Pierre voltar ao Palmeiras em 2012
A torcida do Palmeiras não entendeu a decisão do técnico Luiz Felipe Scolari de dar pouco espaço ao volante Pierre nesta temporada. Porém, o treinador reconhece que o meio-campista deve ser aproveitado no time paulista em 2012, depois de encerrado seu empréstimo no Atlético-MG.

Leia mais: Felipão avisa que não quer dificuldades financeiras em 2012

"Em princípio, ele tem que voltar e é nosso. Se o Atlético-MG quiser comprá-lo e ele não quiser voltar, teremos de ver. Mas, normalmente, tem que estar neste grupo de trabalho a partir de janeiro", afirmou o técnico palmeirense.

Confira ainda: Felipão elogia César Sampaio e Luan cutuca Kleber

Como estava sem espaço no Palmeiras, ficando fora até do banco, o volante acabou emprestado ao Galo. O atacante Kleber até criticou nesta semana o comportamento de Felipão diante de Pierre, mas o técnico justifica que os problemas clínicos do meio-campista atrapalharam sua trajetória nesta temporada.

"O Pierre passou por um problema no pé e não vinha jogando. Por isso, a ideia de empréstimo foi boa, porque voltaria com condições de ter sua performance no Palmeiras. Todos sairiam lucrando. No jogo contra nós, ele esteve no vestiário antes do início e, depois da partida, ficou por mais de meia hora com todos nós, até brincamos que ele tinha vencido o jogo", acrescentou.


Por isso, o pentacampeão aproveitou para negar que tenha problema pessoal com o volante e espera ter o atleta em boas condições para o próximo ano.

Veja a classificação do Brasileirão 2011 faltando três rodadas

"Não tem nada de antipatia, é uma questão de jogar e ter condições de voltar em situação melhor. Ele é bem quisto e sempre nos tratamos de forma correta. Foi bom para ele ir jogar. E, quando terminar, vai ser bom para nós, porque volta com personalidade e sem problemas de lesões. Além disso, ganhou financeiramente muito mais que aqui. Se tivesse mágoa, não ficaria com a comissão técnica por mais de meia hora no vestiário", completou.

Leia tudo sobre: palmeirasfelipãopierreatlético-mg

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG