Treinador diz que jogadores disseram não ao Palmeiras por frases mal ditas. Dirigente não concorda

Logo após a vitória por 1 a 0 diante do Ajax, Luiz Felipe Scolari não escondeu a irritação com a falta de reforços e revelou, ainda, um novo motivo para sua cara fechada. Segundo ele, piadinhas estão afastando os jogadores do Palmeiras. O treinador não especificou quem era o autor das frases que o irritaram, mas, o único a fazer piada na hora de responder perguntas da imprensa foi o vice-presidente de futebol, Roberto Frizzo.

“À medida que eu possa ter no mínimo mais três jogadores, somado com os que eu já tenho, dá para igualar em condições com outras equipes. Hoje, por exemplo, só temos o Cicinho pela direita. O que queria era o Jonas, mas por questões de piadinhas, de brincadeiras, de não acertos, a gente não conseguiu. No Palmeiras, quando a contratação não é feita por um, o outro atrapalha e ele ainda não veio. Esperamos que no futuro dê certo”, disse o irritado Felipão.

Siga o Twitter do iG Palmeiras e receba as notícais do seu time em tempo real

“Perdemos o Wagner para o Fluminense por algumas razões assim. Algumas piadinhas mal colocadas, e o jogador disse que não vinha porque era debochado. E ai eu que perco os jogadores. Não vou dizer quem faz, vocês escrevam o que quiserem. Tem que perguntar para quem tira os jogadores de mim”, completou o treinador.

Roberto Frizzo costuma fazer piadas para fugir de questões polêmicas. Especificamente sobre Jonas, o vice-presidente afirmou que ele foi parar na Vila Belmiro “porque estava escrito na bíblia, já que o Jonas vai para a boca da baleia”, fazendo referência ao personagem bíblico e usando o mascote do Santos.

Frizzo usa piadas para fugir de perguntas sobre contratações
AE
Frizzo usa piadas para fugir de perguntas sobre contratações

Recentemente, ele também fez piada na hora de falar do interesse de Hernan Barcos , afirmando que o Palmeiras não era marinha. Felipão, aliás, confirmou que indicou o atacante e disse que o jogador chegaria para ser titular. Até por causa disso, ele afirmou que não tem interesse em contar com o atacante Caballero, do Olímpia.

“Um é uma aposta (Caballero), tem 20 anos, e o outro é certeza, já foi goleador da Sul-Americana, tem 27 anos. Qual você acha que eu quero? Apostar ou ir na certeza?”, ironizou Scolari. "Me indicaram o Suazo e eu não quero. Indiquei três atacantes, não veio nenhum".

Logo após a coletiva de Felipão, Frizzo apareceu no vestiário e logo foi cercado pelos jornalistas. Ele minimizou qualquer problema com as contratações por causa de declarações e alfinetou Scolari com a expressão “camarão”.

“É uma bobeira. Não tem nada a ver. Qual a piada que eu fiz para depreciar as pessoas? Eu só fiz piadas para não falar com vocês (imprensa) sobre o jogador. Eu não quero ficar abrindo sobre as contratações. Falar que as minhas piadas prejudicam seria o mesmo que dizer que o elenco ficou chateado com expressão de que ele queria camarão, que ele estava dizendo que os outros eram jogadores piores. E não é isso, é?”, ironizou o cartola.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.