Tamanho do texto

Técnico acredita que com 42 pontos o time do Palestra Itália já se livra do risco de cair para a série B

selo

O Palmeiras já soma sete jogos sem vitória - três empates e quatro derrotas -, após perder para o Atlético-MG por 2 a 1, na noite deste domingo, em Sete Lagoas (MG) . Assim, vai se aproximando da zona de rebaixamento, com 41 pontos e a 13ª posição. Mas, apesar de reconhecer o momento ruim, o técnico Luiz Felipe Scolari não vê chance de queda palmeirense para a Série B.

Leia mais: Atlético-MG bate o Palmeiras e se afasta da zona da degola

"Pelos cálculos feitos, com 42 pontos ninguém desce (para a Série B). Se nós não fizermos dois ou três pontos em seis jogos, é um absurdo. E vamos fazer já no próximo jogo", disse Felipão, ainda no vestiário da Arena do Jacaré, já projetando o próximo compromisso do Palmeiras, domingo que vem, contra o Coritiba , em Barueri.

Confira a classificação atualizada do Campeonato Brasileiro

null

Apesar da confiança na reação palmeirense, Felipão também reconheceu a má fase. "Me sinto mal, chateado, triste. Mas quem comanda uma equipe e trabalha com um grupo, tem que saber superar esse momentos difíceis", afirmou o treinador, explicando que, nessa hora, resta apenas trabalhar e tentar corrigir os erros do time.

Enquanto isso, os jogadores do Palmeiras mostram abatimento. "É complicado um time do tamanho do Palmeiras ficar nesta situação. Temos que tentar dar um jeito de sair desta situação", afirmou o volante Chico, que, assim como Felipão, também disse não ver riso de queda para a Série B. "Rebaixamento é difícil."

 Entre para a Torcida Virtual do Palmeiras