Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Felipão não reclama de derrota e promete fazer mais testes

Técnico vê lado bom no 3 a 0 aplicado pelo Atlético-GO e promete dar nova chance a juniores nas últimas rodadas do Brasileirão

Bruno Winckler, iG São Paulo |

_CSEMBEDTYPE_=inclusion&_PAGENAME_=esporte%2FMiGComponente_C%2FConteudoRelacionadoFoto&_cid_=1237860353344&_c_=MiGComponente_C

O técnico Luiz Felipe Scolari não achou tão ruim assim a derrota por 3 a 0 para o Atlético-GO, domingo, no Serra Dourada. Sem nenhuma pretensão no Campeonato Brasileiro e de olho somente na partida de quarta-feira contra o Goiás pela Copa Sul-Americana, Scolari fará novos testes com jogadores que vinham sendo pouco aproveitados e disse que a equipe que entrou em campo na última rodada do Nacional deverá ser a mesma nas três rodadas finais contra Atlético-MG, Fluminense e Cruzeiro.

Tomar de 3 a 0 é brabo. Mas em determinadas circunstâncias é bom. Você vê e imagina novas situações que não acontecem normalmente e vai tomando decisões importantes para o ano que vem. Vamos botar mais uns três ou quatro juniores e não tenho mais que ter receio de tomar de três, de quatro, de cinco. Não faz diferença pra mim. Sei que o Palmeiras vai terminar em décimo, décimo primeiro, ou até décimo quarto com uma vaga na Sul-Americana e tenho que fazer mais testes, disse o treinador palmeirense após o treino desta segunda-feira.

Felipão dá de ombros para a relevância da participação do Palmeiras nas rodadas finais do Brasileirão, já que todos seus adversários precisam muito de vencer nas últimas rodadas. "Eu tenho que pensar no meu lado e vou fazer mais testes", disse.

O Palmeiras contou com apenas três titulares na partida do último domingo e não será diferente daqui para frente. Entre os jovens jogadores que Scolari escalou contra o Atlético-GO, o meia Jean, que entrou no lugar de Márcio Araújo, foi quem mereceu mais elogios. 

Gostei muito do menino que jogou, o Jean. Já posso até usá-lo por 45 minutos ou mais. Joga para frente, é um meia de habilidade e uma das poucas coisas boas que aconteceram ontem. Não é jogador para ser solução já, pode entrar de vez em quando, mas vou deixá-lo tranquilo para jogar esses jogos. Vai ser fácil para caramba. Eles (Atlético-MG, Fluminense e Cruzeiro) têm algo para perder, nós não , disse o técnico.

Leia tudo sobre: futebolpalmeiras

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG