Alguns presidentes, em vez de tomar água, tomam outra coisa, afirmou o técnico, que disse ser normal escalar time reserva

O técnico Luiz Felipe Scolari se manifestou sobre as críticas que recebeu do presidente do Goiás. Depois de Hailé Pinheiro ter classificado na semana passada o palmeirense como "maior entregador do futebol brasileiro", Felipão foi irônico com o adversário e avisou que é normal escalar time reserva.

"Nós tínhamos o objetivo da Sul-americana. O Santos não colocou equipe reserva por causa da Copa do Brasil no começo do campeonato? São Paulo e Inter também fizeram isso por causa da Libertadores? Vocês (jornalistas) passam uma ideia e a torcida encampa. Alguns presidentes, em vez de tomar água, tomam outra coisa", afirmou, no domingo, antes de comentar o fato de o time esmeraldino priorizar agora a Copa Sul-americana.

"É normal, porque o Goiás tem o jogo contra o Independiente. Cada um sabe o que fazer de sua equipe. Não sou eu que vou falar algo para o presidente do Goiás. Ele é um empresário bem sucedido e que tome conta de sua equipe, que tomamos da nossa", completou.

Hailé Pinheiro se mostrou irritado por conta de Felipão ter escalado o Palmeiras com reservas diante de Atlético-GO e Atlético-MG. O Verdão perdeu os dois jogos contra as equipes que lutavam diretamente com o time esmeraldino contra o rebaixamento.

Na última rodada deste Brasileirão, treinador palmeirense também deve escalar uma equipe sem força máxima diante do Cruzeiro, já que há a expectativa de alguns titulares ganharem férias na reapresentação do grupo, na terça-feira.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.