Treinador do Palmeiras diz que queria "matar e roubar" e ser punido com apenas um ano

A única espetada que destoou do tom calmo de Luiz Felipe Scolari, treinador do Palmeiras , em relação ao Corinthians foi para criticar o STJD (Superior Tribunal de Justiça Desportiva) em relação a pena de Émerson Sheik, que recebeu um jogo de suspensão pelo pisão em cima de Daniel, jogador do Avaí.

“Achei justa. De 4 a 12 jogos, pegou um. Também quero matar, roubar, fazer o diabo e, ao invés de pegar pena de 30 anos, pegar só um. Já disse que para enganar é fácil, é só querer”, disse o técnico.

Emerson Sheik não comemorará gols no Pacaembu neste domingo
Gazeta Press
Emerson Sheik não comemorará gols no Pacaembu neste domingo


Sheik foi punido pelo STJD após efeito suspensivo conseguido pelo Corinthians. Na mesma semana, Valdivia havia sido punido pela suposta cotovelada no atleta do Fluminense, que foi ato de revolta de Felipão também, já que o chileno foi punido por três jogos.

No julgamento de quinta-feira, oito auditores votaram pela suspensão do atleta. Cinco deles enquadraram o atleta por "ato hostil", que a pena máxima é de três jogos. O corintiano não gostou da decisão e postou uma foto em que mostrava a lateral de seu tronco com uma marca roxa, por causa de uma suposta entrada dura recebida diante do Figueirense.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.