Técnico do Palmeiras não vai participar do jogo contra o Corinthians por causa da expulsão na partida contra o Atlético-MG

O técnico Luiz Felipe Scolari corria o risco de ser suspenso por até 720 dias no Superior Tribunal de Justiça Desportiva, nesta segunda-feira, mas escapou do gancho mais pesado. Por conta da expulsão na partida contra o Atlético-MG , o treinador do Palmeiras foi condenado a ficar fora do banco do clube em dois jogos no Campeonato Brasileiro.

Assim, o pentacampeão não poderá comandar o time no clássico contra o Corinthians , no domingo, e também diante do Botafogo . O técnico até se ausentou do treino desta segunda para se defender perante o STJD.

Felipão havia sido denunciado com base em três artigos do Código Brasileiro de Justiça Desportiva. O mais grave é o 243-D (incitar publicamente o ódio ou a violência), que prevê suspensão entre 360 e 720 dias, mas o treinador foi absolvido neste artigo.

Na súmula da partida, o árbitro Sandro Meira Ricci relatou que, após reclamar de um lance, Felipão "gritou para seus jogadores, batendo o dorso de uma mão contra a palma da outra mão: 'Podem chegar o pau! Cheguem o pau! Eles não dão nada mesmo!'". Para o STJD, não houve incitação da violência por parte do técnico.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.