Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Felipão elogia técnica de Lincoln, mas espera decisão de diretor

Técnico diz que quer pendência financeira com jogador solucionada antes de confirmar volta definitiva ao time

Danilo Lavieri, iG São Paulo |

O técnico Luiz Felipe Scolari deixou a decisão de manter ou não Lincoln no time titular do Palmeiras nas mãos da diretoria. O treinador afirmou que não deixará o atleta em campo de forma definitiva enquanto as pendências financeiras não sejam resolvidas. Apesar dos problemas, ele elogiou a técnica demonstrada pelo atleta na vitória por 3 a 0 contra o Linense.

“A permanência dele está mais nas mãos da presidência e da conversa que eles têm agendada há um mês. Enquanto essa conversa não acontecer e ninguém definir uma situação, vou trabalhar normalmente com o jogador. Se tudo estiver acertado entre eles, se estiverem definido detalhes de valores de cobranças que existem, ele joga. Se não tiver, já não é mais comigo”, explicou Felipão.

O treinador parece ter se irritado com a novela de pagamento da dívida de 1 milhão de euros que o clube tem com o jogador. Esse dinheiro foi desembolsado da conta de Lincoln para o pagamento da multa rescisória com o Galatassaray e seria pago posteriormente ao meia.

“Eu não quero mais ouvir que deve isso, tem para receber aquilo, que está com dor de barriga e se a direção isso ou aquilo. Resolvam essa porcaria e eu resolvo o resto. É isso. Se resolverem, ele vai jogar muito mais”, completou o treinador.

Tecnicamente, o treinador elogiou Lincoln. Ele disse que o camisa 99 foi bem dentro de campo e que pode até jogar ao lado de Valdivia na armação de jogadas do Palmeiras. Ele apenas descartou um time que conte com o quadrado formado por Lincoln, Valdivia, Patrik e Kleber.

“Meia mesmo só tenho o Valdivia e o Lincoln. O Patrik é quebra-galho pelos lados, com dinamismo. Os meus meias são só Valdivia e Lincoln e eles podem, na medida do possível, jogar juntos, disputar posição. No momento, o Valdivia é meu titular. Hoje (quarta-feira), o Lincoln foi bem e agora vou estudar o que fazer”, concluiu Felipão.

Com Lincoln em campo, o Palmeiras teve a segunda melhor partida no quesito troca de passes. Foram 396, atrás apenas da partida contra o Santo André.

Leia tudo sobre: palmeiraslincolncampeonato paulista 2011

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG