Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Felipão elogia Dorival e garante: o Atlético-MG já escapou do rebaixamento

Técnico do Palmeiras disse ter certeza absoluta que o time mineiro ainda pode até conseguir uma vaga na Copa Sul-Americana de 2011

Gazeta Esportiva |

Por 25 das 35 rodadas já disputadas do Campeonato Brasileiro, o Atlético-MG esteve na zona do rebaixamento. A situação começou a melhorar com a chegada de Dorival Junior, que levou a equipe para fora da perigosa área da tabela e agora tenta afastá-lo ainda mais. Para isso, precisa de vitória neste domingo contra o Palmeiras de Luiz Felipe Scolari, técnico que não vê mais perigo para o Atlético-MG.

"Falei com o Dorival antes de ele assumir o Atlético, porque é meu amigo de consultar e conversar. Eu ainda disse: é difícil, mas pelos cálculos que a gente faz mais ou menos, você sai (da degola). Saindo, já é um título", revelou Felipão na segunda-feira. A boa relação entre os dois começou quando o comandante dirigiu Dorival no Grêmio, na década de 1990. É isso que aumenta sua confiança quanto á situação do Atlético.

"Ele foi um atleta que, jogando ou não, participava, se doava, se entregava e trabalhava. Não tenho nenhuma dúvida em dizer: ele está fora do rebaixamento. É certeza absoluta que ainda vai chegar na (zona de classificação para a) Sul-americana. A pessoa dele é espetacular", elogiou o comandante. Para que a previsão de Scolari seja concretizada, é fundamental que os mineiros vençam domingo, em Araraquara.

O Atlético-MG aparece na 15ª colocação, com 39 pontos, um atrás do Flamengo, equipe que ocupa a última colocação da zona de classificação para a Sul-americana (Santos e Inter, 7º e 8º lugares, respectivamente, não garantem vaga à competição por estarem classificados para a Libertadores). O Palmeiras, por sua vez, é 10° lugar, com 50 pontos, e tem o foco todo na competição continental, na qual é semifinalista.

"Conversamos antes de ele assumir o time e as contas que fizemos é de que o Dorival vai entrar em 14º, 13º lugar. Pelo time que tem, pela forma como dirige e como é aceito pelos jogadores, sabíamos que ia ganhar um jogo e perder outro, mas ia chegar naquela posição que, neste momento, é mais do que um título para o Atlético", complementou Felipão, satisfeito com o desempenho do amigo Dorival Junior.

Leia tudo sobre: atlético-mgcampeonato brasileirofelipãopalmeiras

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG