Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Felipão diz que Wellington Paulista precisa entender a reserva

Técnico explica que precisa pensar no Palmeiras como um todo e entende insatisfação de atacante

Danilo Lavieri, iG São Paulo |

Insatisfeito com a reserva, Wellington Paulista pode estar de saída do Palmeiras . E Luiz Felipe Scolari diz que não pode fazer muita coisa para que a situação seja diferente. O treinador afirmou que segue o mesmo estilo de trabalho com todos seus jogadores, escalando sempre o que acha que é melhor para sua equipe.

Ele ainda disse que acha normal que o camisa 9 palmeirense esteja insatisfeito com sua condição, já que todos atletas querem ter uma chance, mas disse que precisa sempre pensar no melhor para a equipe como um todo e que, por isso, pode até escolar jogadores que não são tão bons tecnicamente.

Siga o Twitter do iG Palmeiras e receba as notícias do seu time em tempo real

“Todos jogadores que não jogam estão insatisfeitos. Todos que não jogam precisam fazer mais. Eu tenho que escolher quem joga, quem não vai, quem vai ficar no banco e quem não vai. Se for assim, tenho um time inteiro de coitadinhos, porque só jogam 11”, disse o treinador.

Felipão também afirmou que em nenhum momento Wellington Paulista não está sendo escalado por problemas extra-campo e elogiou Kleber, dizendo que o camisa 30 é seu titular até “de costas”.

Conheça o aplicativo Torcida Virtual e coloque seu time em 1º

“O comportamento dele tem sido exemplar, faz treinamento normal, apresenta-se no horário certo, não tem tido atrasos. Ele tem sido exemplar. Isso é apenas uma questão de colocação em campo. Se vocês analisarem, eu preciso jogar de uma forma que algumas características de outros jogadores sejam preenchidas por um ou outro jogador que as vezes nem é tecnicamente melhor. É isso que estamos fazendo desde que cheguei. O meu titular é o Kleber, de costas. Ele joga muito e é o titular, mas eu preciso muitas vezes de uma opção”, explicou.

Wellington Paulista tem os direitos federativos presos ao Cruzeiro. É o time mineiro que decide se o atacante irá ou não para qualquer outro clube. O Palmeiras tem o direito de igualar a proposta de compra da equipe gaúcha, mas dificilmente isso acontecerá, já que o time ainda mantém uma política de corte de gastos.

Leia tudo sobre: palmeiraswellington paulistafelipão

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG