Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Felipão defende Kleber em polêmica de fair play e por boca calada

Treinador do Palmeiras diz que flamenguistas erraram no lance e gostou do silêncio do atacante

Danilo Lavieri, iG São Paulo |

Kleber apareceu muito mais por polêmicas antes e depois do jogo do que pela sua atuação em campo na noite desta quarta-feira, no jogo entre Palmeiras e Flamengo , que terminou no 0 a 0. E Luiz Felipe Scolari, o treinador do time paulista, defendeu seu jogador em dois casos: no silêncio após o jogo e também pela tentativa de fazer gol quando os flamenguistas esperavam a devolução da bola por fair play.

“Posso falar sobre esse caso: o fair play deveria ser por parte do Renato, que a bola estava nos pés dele. Quem tinha que parar a bola era o Renato, mas ele, espertamente, parou e deixou a bola ali. O Kleber pegou e foi embora. Tem que olhar bem o lance para que a reclamação seja bem analisada”, disse o comandante, para depois comentar o silêncio do atleta durante o jogo e também após o apito final.

Siga o Twitter do iG Palmeiras e receba as notícias do seu time em tempo real

“Sim, cabe isso, cabe a gente conversar com o atleta. Mas se você me pedir, me solicitar para conversar com o Kleber, eu diria que ele devia ir reto. Nem reto, mas sair pelo outro lado. Hoje não é o dia. Amanhã, semana que vem, quando tiver baixado a poeira, ótimo, aí ele fala e poderia sentar com vocês e esclarecer as coisas que precisam ser esclarecidas”, explicou.

O técnico do penta ainda afirmou que a punição que Kleber precisaria sofrer já foi feita. A multa de 10% em cima do salário por faltar ao treino está de bom tamanho, segundo ele. Até por isso, o jogador continua como capitão e segue em campo normalmente.

Coloque seu time em 1º lugar no ranking da Torcida Virtual do iG Esporte

O técnico, por fim, criticou o árbitro Pedro Vuáden por não marcar pênalti no camisa 30. “Ele jogou 90 minutos, correspondeu e foi um dos jogadores que tiveram participação boa. O jogo não teve tantos atrativos porque teve muita marcação. Ele sofreu pênalti que todo estádio viu, mas o juiz não viu, estava longe. Fazer o quê? Fica para a próxima”, finalizou.

Leia tudo sobre: palmeirasflamengofelipãokleber

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG