Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Felipão combate cansaço como aliado do São Paulo

Treinador do Palmeiras afirma que longa viagem a Teresina não facilitará vida de rival de domingo

Danilo Lavieri e Levi Guimarães, iG São Paulo |

O cansaço não vai ser desculpa para qualquer resultado no clássico. Esse é o resumo de Felipão quando o assunto é a semana tumultuada que o Palmeiras teve dias antes do jogo contra o São Paulo neste domingo. Para o treinador, a programação de seus jogadores foi desenhada de forma que todos puderam descansar para a partida.

“Eu vou dizer desde agora: Se ganhar ou se perder não tem nada de história de viajar. Nós viajamos, tivemos um problema e, graças a Deus, o comandante teve muita qualidade e viu que íamos entrar em uma gelada, pois não íamos ter uma iluminação para pousar. Aí ele voltou e fez o que é normal. Dormimos em fortaleza, na beira da praia, está muito bom, não tem nada o que se queixar. Treinamos duas hora só hoje (sexta-feira), descansamos os outros dias. Se vamos perder, vamos perder. Se ganhamos, é por estar em boas condições”, disse o técnico.

Na terça-feira, a caminho de Teresina, o avião que levava a delegação palmeirense precisou pousar em Fortaleza por causa de uma pane elétrica no aeroporto de destino. Sem previsão para que tudo fosse resolvido, jogadores e comissão técnica dormiram na capital do Ceará e foram para o Piauí no dia seguinte, horas antes do jogo contra o Comercial-PI.

Até por isso, Cicinho vai contra o que seu técnico falou e admitiu que o cansaço estará presente no jogo. O detalhe para o lateral será superar tudo isso e só pensar em vencer o São Paulo no domingo.

“Acontece sim, ainda mais que tivemos que pousar em Fortaleza. Perde muito tempo sentado no avião e isso desgasta muito, ainda mais com a viagem é longe para caramba. Vai ter cansaço sim, mas o professor está poupando no trabalho, no sábado vamos treinar um período só também. Agora é descansar, fazer massagem que é muito importante. E aí, na hora que apita, a adrenalina está a mil e você esquece tudo isso”, disse o jogador.

Do outro lado do campo, Alex Silva também deu o seu palpite. O zagueiro afirmou que o São Paulo pode tirar vantagem do fato de seu rival ter viajado a poucos dias do clássico.

"Existe a vantagem. Eu falo por mim, como jogador. Fomos pra Campina Grande, chegamos de viagem às dez da noite e no outro dia já teve que concentrar e treinar. Faz diferença e a perna pesa. Creio que o aspecto físico vai pesar para o Palmeiras, sim, mas não podemos entrar em campo pensando que eles vão entrar cansados”, disse o zagueiro.

Leia tudo sobre: palmeirassão paulo

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG