Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Favorito declarado, São Paulo recebe o Goiás na volta ao Morumbi

Time entra em campo com a vantagem do empate para avançar no torneio antes de pegar o Santos no Paulistão

Levi Guimarães, iG São Paulo |

Após a vitória por 1 a 0 no jogo de ida, em Goiânia, alguns jogadores do São Paulo se mostraram incomodados com o placar apertado, já que o time jogou com um a mais desde os 22 minutos do primeiro tempo. Mesmo assim, na partida de volta da decisão por uma das vagas nas quartas de final da Copa do Brasil, a equipe paulista entra em campo com clara vantagem sobre o Goiás, podendo jogar por um empate dentro da sua casa, o Morumbi, para avançar.

Siga o iG São Paulo no Twitter e receba todas as informações do seu time em tempo real

Ao contrário do que costuma acontecer nestas situações, os são-paulinos não tentaram fugir do rótulo de favoritos. Pelo contrário, adotaram abertamente o discurso de que têm a obrigação de obter a classificação. Mas, claro, pregaram respeito ao adversário porque, afinal, “o respeito sempre vai existir, porque no futebol pode acontecer qualquer coisa”, como disse Miranda.

“A responsabilidade é nossa sim de buscar a classificação. E não tem como fugir disso. Vamos tentar a vitória desde o primeiro minuto. Mas o Goiás é uma equipe que preocupa, não tem mais nada a perder e vai arriscar tudo nessa partida. Favoritismo não entra em campo, é teoria. Na prática é outra coisa e o Goiás tem total condição de vencer aqui como nós vencemos lá. Cabe a nós fazer por merecer a vitória aqui também”, afirmou o zagueiro.

O “pé atrás”, apesar da vantagem do empate, é compartilhado pelo lateral-esquerdo Juan. “Na Copa do Brasil não existe classificação antes do jogo. Se não entrarmos ligados podemos ficar sem a classificação mesmo na nossa casa e tendo a vantagem. Temos exemplos no futebol de outros times pequenos eliminando times grandes e precisamos usar pra que não aconteça com a gente”.

Dois episódios recentes justificam essa preocupação com o Goiás. Um, o simples fato de que no último confronto entre os dois times no Morumbi, pelo Brasileirão do ano passado, os visitantes venceram por 3 a 0, placar que lhes daria a classificação esta noite. E outro, a eliminação do Palmeiras na Copa Sul-Americana. Depois de vencer por 1 a 0 em Goiânia, exatamente como o São Paulo fez semana passada, o time de Felipão acabou eliminado ao perder por 2 a 1 jogando em casa.

Em relação ao time titular, a principal mudança de Carpegiani é a volta do zagueiro Alex Silva depois de desfalcar o time contra a Portuguesa. O meia Lucas segue fora por conta de um estiramento na coxa direita e sua vaga no setor ofensivo é disputada por Marlos e Henrique. Outra novidade do São Paulo pode estar no banco de reservas. O atacante Fernandão, ex-Goiás, voltou a ser relacionado após mais de dois meses e deve ir pro jogo.

Do lado do Goiás, o técnico Arthur Neto tem três desfalques. Marcão, com lombalgia, Diogo, que está emprestado pelo São Paulo e por isso não pode jogar, e Felipe Amorim, expulso no jogo de ida semana passada. A principal dúvida é no ataque, com Robert e Guto disputando uma posição.

Os visitantes chegam com moral elevada depois de vencerem o clássico regional contra o Vila Nova no último fim de semana e, apesar de também reconhecerem o favoritismo do adversário, mostram confiança. “O São Paulo é uma grande equipe, talvez o melhor elenco do Brasil. Mas cada partida é uma história e temos condição de fazer bonito e voltar com a vaga na bagagem”, afirmou o volante Zé Antônio.

FICHA TÉCNICA - SÃO PAULO X GOIÁS

Local: estádio do Morumbi, em São Paulo (SP)
Data: 27 de abril de 2011, quarta-feira
Horário: 21h50 (de Brasília)
Árbitro: Marcelo de Lima Henrique (Fifa-RJ)
Assistentes: Dibert Pedrosa Moisés (Fifa-RJ) e Lilian da Silva Fernandes Bruno (RJ)

SÃO PAULO: Rogério Ceni; Rhodolfo, Alex Silva, Miranda e Juan; Jean, Casemiro, Carlinhos Paraíba e Ilsinho; Marlos (Henrique) e Dagoberto
Técnico: Paulo César Carpegiani

GOIÁS: Harlei; Valmir Lucas, Rafael Tolói e Ernando; Oziel, Amaral, Zé Antônio, Marcelo Costa e Carlos Alberto; Hugo e Robert (Guto)
Técnico: Artur Neto

Leia tudo sobre: são paulogoiáscopa do brasil 2011

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG