Tamanho do texto

Falcão define nesta terça-feira a escalação para enfrentar o Peñarol, quarta-feira, pela Libertadores

Um dos objetivos de Paulo Roberto Falcão está sendo alcançado. Ele havia dito que não quer apenas 11 jogadores titulares no Inter , e está conseguindo. Faltam vagas para tanta gente no time. O garoto Oscar , um dos grandes destaques da temporada, é um dos que sofre com esse problema. Ele tem tido que disputar uma vaga no setor ofensivo.

“Está todo mundo vivendo um bom momento. Todo mundo entra bem e isso é bom. Infelizmente só jogam 11, então cabe ao Falcão decidir. Eu estou preparado para ser titular ou para entrar durante o jogo”, explicou o jovem de 19 anos.

Oscar ainda não sabe se começará o jogo
EFE
Oscar ainda não sabe se começará o jogo
Oscar teve a oportunidade de começar o Gre-Nal, mas havia sido reserva de Rafael Sobis no jogo contra o Peñarol pela Libertadores. Ambos voltam a disputar uma vaga na partida de volta das oitavas-de-final, nesta quarta-feira.

“Não sei. Vamos ver como vai ser. Eu espero jogar. O que ele decidir eu vou estar pronto”, disse, sobre a chance de ser titular.

Outro posto bem disputado é o de volante. Tinga é uma das lideranças do grupo, conseguiu começar o Gre-Nal, mas está difícil se firmar entre os 11. O argentino Bolatti cumpriu suspensão e deve retomar o posto.

Falcão define na tarde desta terça-feira a escalação para receber o Peñarol, quarta-feira, às 19h30, no Beira-Rio, pela Libertadores. O time mais provável tem Renan; Nei, Bolívar, Rodrigo e Kléber. Bolatti, Guiñazu, Andrezinho e D´Alessandro; Rafael Sobis (Oscar) e Leandro Damião.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.