Time mineiro tem sofrido gols infantis na competição e técnico Cuca cobra mais concentração nas partidas

Contra o Santos, vitória cruzeirense escapou nos minutos finais com gol de empate de Borges
Futura Press
Contra o Santos, vitória cruzeirense escapou nos minutos finais com gol de empate de Borges
Gols sofridos de bola parada, nos acréscimos das partidas ou em contra-ataques quando o time está quase todo buscando o gol desesperadamente. As situações descritas viraram rotina no Cruzeiro no Campeonato Brasileiro e estão custando caro para o time. As derrotas e empates estão saindo em lances de falta de concentração, enquanto o time está na zona de rebaixamento.

Siga o iG Cruzeiro no Twitter e receba todas as informações do seu time em tempo real

O técnico Cuca teve uma longa conversa com o grupo na última terça-feira e cobrou mais comprometimento da equipe . O treinador acha que está faltando atenção, mas não quer encontrar culpados individualmente.

Entre para a Torcida Virtual do Cruzeiro e convide seus amigos

“Está faltando atenção. Mas não é só pelo gol tomado, para fazer os gols também. Para fazer o gol, tem de estar concentrado, compenetrado. Tomamos dois gols iguais, um contra o Fluminense e esse último aqui (contra o Santos). Não é culpa do goleiro. A bola foi bem batida, mas temos uma marcação firme e forte. A gente tem uma marcação praticamente individual e não a fizemos, mas não tem um jogador culpado, é geral. O negócio é trabalhar para diminuir isso aí”, ressaltou Cuca.

O volante Marquinhos Paraná , autor de um gol contra na derrota para o Figueirense na primeira rodada, acredita que o time precisa estar mais ligado na partida durante os 90 minutos. “Está faltando sim aquela concentração, principalmente no fim dos jogos, nas bolas paradas. E tem que ter uma marcação. A equipe treina e, quando chega aos jogos, tem que fazer lá também”, disse Paraná.

O armador Montillo acha que os jogadores passam por um momento ruim, mas confia no potencial do grupo . “Os jogadores não estão vivendo um bom momento, mas temos que demonstrar dentro de campo. Cada um sabe o que está fazendo mal e o que tem que melhorar. O Cruzeiro tem jogadores para brigar pelo título”, concluiu o argentino.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.