Treinador do Inter ainda espera por maior qualificação do grupo: "o adversário foi mais time que nós"

Falcão se nega a falar em reforços. Todo mundo sabe que o treinador espera pela chegada de novos jogadores para o Inter , mas ele não quer mais cobrar publicamente. A última vez que fez isso, uma grande crise entre treinador e dirigentes se armou .

“Eu já disse varias vezes que não vou mais falar desse assunto” e “Não quero mais falar disso. Falei o que tinha que falar”, foram algumas das esquivas usadas pelo comandante do clube.

O vice de futebol Roberto Siegmann admitiu que o Inter passa por uma grave crise financeira . O clube tenta reforços, quer anunciar no máximo dois jogadores, mas não está encontrando negócios viáveis. O volante Sandro Silva, ex-Palmeiras, e os atacantes Diego Tardelli, ex-Atlético-Mg, e Jô, ex-Corinthians, são nomes que agradam, mas o clube nega que tenha algum negócio fechado.

Falcão foi sincero e confirmou que o São Paulo mereceu a vitória na noite deste domingo. Os visitantes aplicaram 3 a 0 no Inter .

“Tivemos um primeiro tempo muito ruim. Não conseguimos compactar e fechar os espaços. No segundo tempo melhoramos, o time teve mais presença, mas não construiu grandes chances. O adversário fez o resultado no primeiro tempo e foi mais time que nós”, avaliou.

O Inter volta a campo na quinta-feira, 19h30, contra o Avaí, em Florianópolis. O atacante Zé Roberto, que cumpriu suspensão, será o único reforço.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.