Treinador está incomodado com a relação com a imprensa: "Não fui eu que pedi, a culpa não é minha"

Um Falcão diferente apareceu nesta sexta-feira no Beira-Rio. O treinador decidiu mudar completamente a postura nas entrevistas. Semblante fechado, respostas curtas e a clara impressão de que está incomodado com o que aconteceu nos últimos dias .

O comandante do Inter está chateado com as críticas. Ele ficou insatisfeito com o “superdimensionamento“ que estaria sendo dado para suas respostas nas coletivas. Decidiu abreviar a conversa com os jornalistas.

“Não fui eu que pedi. Quando cheguei eu vim disposto a dialogar bastante. A culpa não é minha, gente”, justificou.

A turbulência começou quando o treinador deu uma entrevista na Rádio Gaúcha no último domingo. Ao pedir reforços, ele declarou que o atual grupo do Inter não tinha condições de brigar pelo título brasileiro. A avaliação não caiu bem entre dirigentes e jogadores . Ele já havia prometido mudar a postura na entrevista de terça-feira. Disse que algumas pessoas acabavam distorcendo suas respostas, mas não deu nomes.

“Estou pensando em mudar a postura porque se transforma muito. Gosto de uma relação muito aberta, mas também muito honesta. Tem que dizer o que eu disse. Essas transformações não são legais. Posso fazer como os meus colegas, respostas curtas. Vai ser ruim a entrevista, mas pode ser um caminho", havia dito.

Nesta sexta-feira Falcão foi questionado 16 vezes. A entrevista durou 12 minutos. Terça-feira ele ficou mais de 40 minutos falando sobre o time. Acabou dando pouca ideia sobre o que pretende fazer contra o América-MG, domingo, 18h30, em Campo Grande-MS.

No pouco que disse, Falcão confirmou Cavenaghi no ataque, substituindo Leandro Damião (convocado pela seleção brasileira). Ele ainda espera a recuperação de Kléber para saber quem jogará na lateral-esquerda. Juan é a alternativa. O time deve ter Renan; Nei, Bolívar, Rodrigo e Kléber (Juan); Guiñazu, Tinga, Oscar e D´Alessandro; Zé Roberto e Cavenaghi.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.