Treinador do Inter acha que a repetição de escalação deixará o grupo melhor preparado durante a temporada

O técnico Falcão busca um representante seu dentro de campo. Ele quer que um jogador, ou alguns deles, seja a voz do time durante os jogos. O treinador do Inter já se mostrou avesso à ficar gritando na beira do gramado.

“Quero passar a minha voz de comando no treino para eles dentro do campo. Não acredito nessa história de o treinador ficar gritando dentro do campo. A preparação é feita na semana e a correção no intervalo. Claro que em situações graves se tenta fazer durante o jogo”, disse.

Entre para a Torcida Virtual do Inter e convide seus amigos

Saiba as últimas notícias do Inter pelo Twitter

Um dos mandamentos para que a ideia funcione é dar uma sequência de jogo para os mesmos jogadores. Repetindo a escalação eles se conhecem melhor e o jogo flui com maior facilidade.

“É fundamental repetir o mesmo time. Quando os jogadores ganham uma sequência acaba ajudando pra que eles possam fazer um trabalho melhor se conhecendo”, explicou.

Domingo, contra o Palmeiras, no Beira-Rio, o time será parecido com o que venceu o América-MG no último fim de semana . O lateral-esquerdo Kléber, recuperado de lesão, entra na vaga de Juan. Leandro Damião, de volta da seleção brasileira, tira o lugar de Cavenaghi.

O Inter ainda tem um treino na manhã de sábado, mas a escalação já está encaminhada. Falcão mandará a campo Renan; Nei, Bolívar, Rodrigo e Kléber; Guiñazu, Tinga, Oscar e D´Alessandro; Zé Roberto e Leandro Damião.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.