Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Falcão diz que o Inter merecia a vitória durante os 90 minutos

Treinador também reprova arbitragem e revela que os jogadores não treinaram pênaltis antes do clássico

Gabriel Cardoso, iG Porto Alegre |

Falcão disse após o triunfo no Gre-Nal que o Inter foi quem mereceu mais a vitória. O treinador ficou muito contente com o desempenho do time e avaliou que a conquista deveria ter acontecido nos 90 minutos.

“Fiquei muito feliz porque mesmo com um a menos o Renan não fez nenhuma defesa. Acho que deveríamos ter saído com uma vitória não nos pênaltis (mas no tempo normal). Conseguimos nos credenciar a disputar o título. Em nenhum momento tive receio de perder o jogo, porque o Internacional jogou muito bem.”, disse.

nullA arbitragem também foi tema para o treinador. Ele não foi tão incisivo como os dirigentes, mas contestou a expulsão do volante Guiñazu.

“Não gosto de analisar arbitragem, não vou falar sobre isso, sobre o lado dos pênaltis, mas o primeiro catão acho que foi exagerado. O Guiñazu é o jogador mais triste do vestiário”, relatou.

Jefferson Bernardes/Vipcomm
Jogadores do Inter comemoram o título do segundo turno estadual
O treinador ainda fez questão de ressaltar que os jogadores do Inter sequer treinaram cobranças de pênalti. O aproveitamento foi de 100%, com D´Alessandro, Leandro Damião, Rodrigo e Kléber convertendo as cobranças.

“Quando vai pra pênalti depende da qualidade de batida (dos jogadores) e do goleiro. Eu disse pra eles que era só fazer porque o Renan pega pênaltis. Me surpreendi pela tranquilidade dos jogadores. Não treinei pênalti pro Gre-Nal. O Marquinhos (preparador de goleiros) perguntou e eu disse que não queria, pois achava que o Internacional ia ganhar (no tempo normal). Bater pênaltis sem ninguém olhando não tem pressão. É muito diferente do que diante de 40 mil pessoas”, explicou.

O Inter evitou que o Grêmio conquistasse o título antecipado do estadual. Os dois rivais voltarão a se enfrentar nos próximos dois domingos pela super final do Gauchão. O primeiro jogo será novamente no Beira-Rio. O foco volta a ser na Copa Libertadores, pois o Inter recebe o Peñarol, na quarta-feira, valendo vaga na fase de quartas-de-final. Como empatou em 1 a 1 no Uruguai, um empate de 0 a 0 basta para classificar o time. O volante Bolatti cumpriu suspensão neste domingo e deve retomar a vaga de Tinga. Guiñazu, expulso no Gre-Nal, não enfrentará o Grêmio.

Leia tudo sobre: InternacionalGrêmioCampeonato Gaúcho 2011

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG