Técnico do Internacional disse que não perdeu "no apito", mas contesta sequência de pequenos erros

Falcão foi mais um do Inter que não gostou da arbitragem de Ricardo Marques Ribeiro na derrota de 1 a 0 para o Corinthians . Depois do zagueiro Bolívar reclamar , foi a vez do treinador contestar as decisões do mineiro.

“Não foi uma arbitragem que nos prejudicou diretamente, mas não nos deixou jogar, foi nos irritando. É uma arbitragem que me preocupa. Esse tipo de arbitragem é aquela que não aparece nada de grave, mas tem um condicionamento que me impressiona”, disparou.

A arbitragem tem sido tema frequente nos encontors de Corinthians e Inter. Em 2009, na final da Copa do Brasil, o Inter preparou um DVD com favorecimentos que teriam ocorrido para o Corinthians. O clube paulista aproveitou a vitória desta quinta-feira para relembrar o DVD e ironizar o fato .

O treinador do Inter também não deixou de valorizar o bom momento do Corinthians. Porém, achou o resultado injusto.

“Não fomos inferiores ao Corinthians. Tivemos três chances no jogo. Chute do Oscar, bola que passou pelo Damião e um drible no goleiro. Busquei chances do Corinthians e foram três também, incluindo o gol. Acho que o resultado foi tremendamente injusto. Estamos entristecidos porque o resultado não diz o que foi o jogo. Teríamos que sair daqui no mínimo com um empate”, avaliou.

O Inter volta a campo no domingo, 18h30, contra o São Paulo, no Beira-Rio. O atacante Zé Roberto recebeu o 3º cartão amarelo e será desfalque. O meia-atacante Oscar e o zagueiro Juan voltam para a seleção sub 20 e ficarão longe de Porto Alegre até o dia 20 de agosto.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.