Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Falcão deixa Internacional mais europeu

Novo treinador traz a experiência do Velho Continente e quer mudar o jeito do clube gaúcho jogar

Gabriel Cardoso, iG Porto Alegre |

Alexandre Lops/AI Internacional
Falcão foi apresentado na segunda-feira
A promessa é de uma nova Era no estádio Beira-Rio. Após 17 anos afastado dos gramados Falcão reassumiu a função de técnico nesta semana. O treinador do Internacional quer colocar em prática todo o seu conhecimento adquirido durante quase duas décadas de observação, quando exercia a função de comentarista de futebol. O que fica muito claro é que Falcão tem inspirações no futebol europeu. Algo aprovado pelo clube.

“Vejo ele como grande treinador. Quando fala em Falcão, lembra-se do grande jogador, do treinador que já passou pela seleção brasileira. Já vi vídeos do Falcão jogando e ele passa muito um espelho do futebol europeu. O futebol espanhol, com o Barcelona, que é mais vistoso. A maior diferença que vejo é neste estilo dele. Os outros treinadores ficam muito presos ao futebol brasileiro”, explicou o meia-atacante Andrezinho.

Barcelona, Messi... Foram assuntos recorrentes nesta primeira semana de trabalho de Falcão. Ele disse mais de uma vez que quer se divertir no reservado. Quer um time que dê alegria aos torcedores. Falcão admitiu que a inspiração é no clube espanhol e em seu craque, o atacante argentino. O novo esquema tático é um 4-4-2, mas vira um 4-3-3 quando o time vai para o ataque. D´Alessandro e Rafael Sobis se juntam a Leandro Damião. O 4-3-3 é justamente a tática do Barcelona.

“Eu não gosto muito de futebol jogado atrás. Gosto de futebol mais ousado. Futebol é imposição. Estou tentando ver como fazer. Não dá para comparar, mas o Barcelona joga sério e se diverte. Vamos ver se conseguiremos fazer isso”, projetou Falcão.

O novo treinador do Inter sempre foi admirador do futebol europeu. Em 2010 ele deu uma palestra para funcionários do Internacional. Na época, mostrou como jogavam os principais times do velho continente. O sueco Nils Liedholm, que foi seu treinador na Roma, na década de 80, é uma das inspirações.

O Inter “mais europeu” estreia neste sábado, 18h30, no Beira-Rio, contra o Santa Cruz, pelas quartas-de-final do Campeonato Gaúcho. Falcão deve escalar Renan; Nei, Bolívar, Rodrigo e Kléber; Bolatti, Guiñazu, Andrezinho e D´Alessandro; Rafael Sobis e Leandro Damião.
 

Leia tudo sobre: InternacionalFalcão

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG