Tamanho do texto

Lateral atuou em 26 vezes das 28 partidas, ficou fora apenas por suspensão e promete repouso na reta final

Fágner comemora uma temporada sem lesão muscular no segundo semestre. Não fosse uma pancada no joelho direito no começo do ano, que o deixou fora das finais da Copa da Brasil , o lateral-direito do Vasco estaria próximo de Fernando Prass como jogador que mais vezes entrou em campo pelo time de São Januário em 2011. Das 28 partidas do Campeonato Brasileiro , Fágne ficou fora de apenas duas, mas por suspensão.

Vasco é o 2º colocado no Brasileiro . Veja a classificação

Em sua chegada ao clube, em 2009, ele teve problemas de contusão em razão dos três meses em que ficou parado antes de se desligar do PSV Eindhoven, da Holanda. Ali aprendeu a lição. Os cuidados com o corpo viraram prioridade durante as temporadas seguintes, principalmente nesta fase do ano. O time terá pela frente uma séria maratona de jogos envolvendo compromissos pelo Campeonato Brasileiro e Copa Sul-Americana .

Vasco ainda não deve ter Juninho contra o Atlético-PR

"Procuro repousar para me sair bem nos jogos. Agora, quero descansar para ficar bem na quinta. A gente procura descansar nas concentrações para aguentar os 990 minutos na mesma intensidade", diz Fágner, referindo-se ao jogo com o Atlético-PR , quinta-feira, na Arena da Baixada. Aliás, o Vasco costuma tropeçar jogando na casa do adversário .

O jogador entrou em campo 26 vezes este ano pelo Brasileiro. Ter ficado fora do pôster da Copa do Brasil é algo mal digerido pelo lateral. Na ocasião, foi vítima de um estiramento do ligamento colateral medial do joelho direito. O volante Allan foi improvisado na posição e deu conta do recado. No Brasileiro, porém, Fágner recuperou a posição e não a deixou mais.

Siga o Twitter do iG Vasco e receba notícias do time em tempo real

Pelo contrário. O jogador atravessa grande fase. Nos últimos jogos, tem sido fundamental na assistência, além de já ter marcado três gols na competição.

De atacante, Fágner virou lateral, mas sua referência é Beckham

"É o meu melhor momento, sem dúvidas. Espero que fique assim por muito mais tempo. Aliás, não só eu, mas todo o time. Estamos bem, tranquilos, mas não podemos deixar que isto se transforme em relaxamento".

Fágner só não atuou mais que Prass, que não abre mão de disputar todas as partidas e jogou as 28 rodadas.

Entre para a Torcida Virtual do Vasco e mande um recado para o Fágner:

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.