Volante ficou indignado com a atuação do juiz e deixou o gramado do Pacaembu no Brasileirão de 2010

Vipcomm
Fabrício deixou o campo do Pacaembu indignado com o juiz no último embate contra o Corinthians
O jogo entre Corinthians e Cruzeiro na reta final do Brasileirão de 2010 ainda não sai da cabeça dos cruzeirenses. A derrota por 1 a 0 teve atuação polêmica do juiz Sandro Meira Ricci e, depois do pênalti assinalado em Ronaldo, o volante Fabrício acabou deixando o campo de jogo indignado. Na próxima rodada do torneio, o jogador espera, pelo menos, terminar a partida contra o time paulista.

Siga o iG Cruzeiro no Twitter e receba todas as informações do seu time

Na sua última partida em 2010, Fabrício deixou o campo do Pacaembu indignado com Sandro Meira Ricci, que teria prejudicado o Cruzeiro na visão do jogador. Passada a polêmica, Fabrício até brinca com o fato. “Os meus companheiros falaram que me pegariam na Marginal depois. Foi um episódio à parte. Naquele dia fiquei bem chateado mesmo. Agora espero sair só depois de o jogo acabar”, ironizou Fabrício.

Entre para a Torcida Virtual do Cruzeiro e convide seus amigos

Perguntado se o episódio o deixaria “mordido” para o duelo de domingo, Fabrício negou. “Mordido acho que não. Já passou bastante tempo, mas sempre vem a lembrança daquele jogo que, de repente, a gente poderia sair com os três pontos e ter sido campeão. Mas foram outros jogos que também aconteceram isso. Não fica aquela mágoa toda, mas fica a motivação de voltar lá e tem que pegar aquela partida como exemplo para fazer uma boa apresentação de novo”, disse o jogador.

O juiz do próximo jogo ainda não foi definido, mas Fabrício espera que a polêmica fique no passado. “Teve bastante polêmica ano passado quanto ao juiz. Quem vai ser o árbitro? Mas acho que está sujeito a cometer erros. Paciência, é um ser humano. Mas acho que temos que ir para lá jogar futebol”, analisou o volante.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.