"Tivemos o jogo na mão, mas, no final, ficamos muito atrás e acabamos tomando gol nos acréscimos", disse o meia

O meio-campista Fabrício fortaleceu a posição do técnico Mauro Fernandes de que o América-MG pagou caro por criar chances e não aproveitá-las no empate por 2 a 2 contra o Avaí neste sábado .

O time mineiro abriu o placar aos 37 do primeiro tempo, com gol de Alessandro. Aos nove da segunda etapa, o Avaí empatou. Dois minutos mais tarde, o América-MG voltou a ficar na frente, mas acabou cedendo o empate no fim da partida.

Fabrício, que foi revelado pelo clube está vestindo a camisa em 2011, dez anos depois da saída, lamentou o resultado: "Todo mundo sai triste pela vitória que deixamos escapar. Tivemos o jogo na mão, mas, no final, ficamos muito atrás e acabamos tomando gol nos acréscimos".

O próximo desafio do América-MG é no clássico mineiro contra o Cruzeiro, que ainda não venceu nenhuma partida no Campeonato Brasileiro.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.