Lateral esquerdo prefere não pensar em favoritismo corintiano antes de a bola rolar no sábado

O confronto de sábado entre Corinthians e Oeste será apenas o quarto da história. Nas outras vezes em que se enfrentaram, o time da capital levou a melhor e venceu. Apesar do bom retrospecto, o lateral esquerdo Fábio Santos evita pensar em qualquer favoritismo diante da equipe de Itápolis.

"Nisso, só se pensa em véspera. Quando o jogo começa, acaba. Hoje em dia, as equipes do interior têm dado trabalho também. Tem que respeitar o adversário. O Oeste, no meu modo de ver, é uma equipe que tem crescido, diferentemente de outras no final da primeira fase", comentou o jogador.

Além disso, o cenário da partida de sábado é atípico. Embora tenha se posicionado à frente na fase de classificação, o Corinthians terá como única vantagem o mando de campo, no Pacaembu. Se houver empate no tempo normal, a vaga para a semifinal será conhecida nos pênaltis.

"Já enfrentamos outros jogos em que as equipes vêm mais retrancadas, dificultando. Temos que começar em cima. O quanto antes, temos que conseguirmos um gol, que vai facilitar. Para isso, temos que criar alternativas, jogar pelos lados e caprichar na bola parada", emendou.

O discurso de Fábio Santos reforça o que Tite fez durante essa semana, dando ênfase aos trabalhos com os laterais. "O início das jogadas acontece sempre por aí, com o Alessandro e o Fábio, que são grandes passadores, e também pelos volantes", justificou o treinador.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.