Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Fábio Santos admite favoritismo do Grêmio diante do Guarani

O fato de eles estarem brigando para não cair não muda nada. A gente espera dificuldades de qualquer maneira, alertou o volante Adilson

Gazeta Esportiva |

Melhor time do returno e candidato a uma vaga na próxima Libertadores, o Grêmio viaja a Campinas para enfrentar o Guarani, no domingo. O time paulista vive situação diametralmente oposta: tem a pior campanha do returno e briga para não cair à Série B. Embora o discurso no Olímpico seja unânime em relação a respeitar o clube paulista, os jogadores admitem o melhor momento gremista.

"A gente carrega o favoritismo, não tem jeito. Precisamos dessa vitória. Tenho amigos lá que me falaram que vão jogar tudo nessa partida para escapar do rebaixamento. Temos que respeitar e buscar nossos objetivos", argumentou o lateral esquerdo Fábio Santos.

Já o volante Adilson, que também espera dificuldades, disse não se importar com o tabu de 12 anos sem vencer o Guarani no Brinco de Ouro: "O fato de eles estarem brigando para não cair não muda nada. A gente espera dificuldades de qualquer maneira. Vamos lá pensando em fazer a nossa parte", projetou o meio-campista, que negou ser dúvida para a partida: "senti um pouco de dor no início da semana, mas hoje já me soltei mais".

Embora extremamente focados na luta dentro de campo, Fábio Santos e Adilson garantem que estão de olho também na decisão da Copa Sul-Americana. Ambos confirmaram que pretendem assistir ao confronto entre Independiente x LDU, marcado para as 22h30 (horário de Brasília) desta quinta-feira.

"Não sei quem é melhor, mas torço mesmo é para que aquele que vencer ganhe do Goiás na final, com a gente fazendo a nossa parte", completou Adilson.

Leia tudo sobre: campeonato brasileirogrêmio

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG