Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Fábio Júnior, do América-MG, admite torcida pelo Cruzeiro

Atacante atuou de 1997 a 1998 e em 2000 pelo time azul da capital mineira e é torcedor declarado do clube

Gazeta Esportiva |

O atacante Fábio Júnior foi um dos destaques do América-MG na temporada 2010. O jogador foi vice-artilheiro do Campeonato Brasileiro da Série B, com 19 gols pelo time mineiro. Entretanto, na Série A, ele admitiu que torce por um dos rivais locais de seu clube, o Cruzeiro.

O artilheiro afirmou que não tem opinião a respeito de quem vai ganhar o Brasileirão, mas que está na torcida pelos cruzeirenses, pelo carinho que tem pelo clube, onde jogou de 1997 a 1998 e em 2000.

"Está difícil optar por uns dos três (postulantes ao título). São três grandes clubes. Eu, particularmente, tenho um carinho especial pelo Cruzeiro e espero que ele ultrapasse os adversários e fique com o título, mas é difícil. Será uma disputa boa até o ultimo minuto de jogo. Eu, como cruzeirense, confio na Raposa", afirmou o centroavante, em entrevista ao "Sportv".

A respeito de mala branca, assunto muito falado neste final de Brasileirão, o atleta afirmou que nunca viu, mas já ouviu falar não só da branca, como da mala preta.

"Já ouvi falar da mala branca e até mala preta. Pelas equipes que passei até hoje, nunca passei por isso (receber mala), mas já ouvi falar. Acho que o atleta é pago pelo clube e para defendê-lo, então independente de qualquer ciosa acho q ele tem q jogar da mesma maneira, com ou sem incentivos externos", comentou.

Experiente e rodado, Fábio Júnior só ouviu falar neste tipo de coisa no Brasil. "Nos países onde passei, nunca ouvi este tipo de conversa. Lá fora é mais complicado ouvir isso", reconheceu.

Leia tudo sobre: américa-mgcampeonato brasileirocruzeirosérie b

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG