Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Fábio avalia que o desmanche do elenco atrapalha o Cruzeiro

Capitão acredita que o entrosamento era das principais marcas do time que jogava junto há anos

Frederico Machado, iG Belo Horizonte |

O goleiro Fábio é o jogador do Cruzeiro que está há mais tempo no time. O jogador é a principal referência do grupo e acredita que as saídas de vários jogadores durante esse ano são fundamentais para explicar o atual momento no Brasileirão. Para o capitão do Cruzeiro, o entrosamento entre jogadores que já atuavam juntos há anos era uma das explicações para as boas campanhas recentes.

Siga o iG Cruzeiro no Twitter e receba todas as informações do seu time

Fábio cobrou muito os colegas de time durante a semana que antecedeu o clássico contra o América-MG, dizendo que era preciso mais vibração e entrega. Apesar do empate em Sete Lagoas, o goleiro viu evoluções no time.

"Melhoramos em alguns fundamentos, a vibração foi melhor. Mas não foi suficiente para vencer. Temos jogo difícil na quarta-feira e temos que melhorar muito para encarar o Coritiba lá", avaliou o camisa 1.

Em 2011, o Cruzeiro perdeu alguns jogadores que já tinham certo tempo de Toca da Raposa II. Saíram Henrique, Leonardo Silva, Jonathan, Thiago Ribeiro, Dudu e Gil. Para Fábio, essas trocas durante a temporada prejudicaram o entrosamento da equipe.

"Não podemos nos enganar. Tínhamos um grupo que se conhecia e isso ajudou. Mas não era que tínhamos jogadores acima da média. Era um grupo que se ajudava e isso ajudou o time nos últimos anos, brigando entre os primeiros. Mas temos que ser realistas. Não tínhamos time para ser campeão. Adilson Batista (atual treinador do São Paulo) montou esse time e ele ficou muito tempo, com entrosamento. Mas hoje já saíram muitos e não estamos tendo consistência", ponderou.

null

 

Leia tudo sobre: CruzeiroBrasileirão 2011Fábio

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG