Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Ex-volante, técnico Falcão incentiva Guiñazu a chutar a gol

Volta de Bolatti aumenta a concorrência no meio-campo. Argentino deve disputar posição com Tinga

Gabriel Cardoso, iG Porto Alegre |

Chutar mais a gol. É um pedido antigo do técnico Falcão. Logo que chegou ele diagnosticou que o Inter era um time que tocava, tocava, tocava, mas pouco batia para o gol. Aos poucos ele está tentando mudar a postura nos jogadores.

Até mesmo Guiñazu, conhecido por muita marcação e poucos gols na carreira (foram quatro pelo Inter) está sendo incentivado a isso. O volante já cansou de chegar na cara do gol e preferir o toque pro lado. Falcão quer que o argentino arrisque mais, assim como ele fazia nos tempos de jogador na década de 70.

“O Falcão me disse que também não era muito de chutar a gol, mas que volante tem que arriscar. Eu sempre tive essa falha de não arriscar. Vamos treinando, tomara que renda frutos”, revelou Guiñazu.

Entre para a Torcida Virtual do Inter e convide seus amigos

Saiba as últimas notícias do Inter pelo Twitter

A posição de marcação no meio-campo é a grande dúvida do Inter para o jogo contra o Palmeiras no próximo domingo. Bolatti voltou da seleção argentina e deve disputar posição com Tinga. Guiñazu, teoricamente tem vaga assegurada entre os 11.

O treino da manhã desta quarta-feira confirmou a recuperação do lateral-esquerdo Kléber. O atacante Leandro Damião, fora da Copa América, deve se reapresentar no treino da tarde, retomando a titularidade. O time do Inter já pode ser projetado com Renan; Nei, Bolívar, Rodrigo e Kléber; Guiñazu, Tinga (Bolatti), Oscar e D´Alessandro; Zé Roberto e Leandro Damião.
 

Leia tudo sobre: InternacionalGuiñazu

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG