Jovem de 18 anos disse que foi pego de surpresa com a decisão tomada pelo Atlético-MG

Após disputar o Campeonato Baiano pelo Vitória , o meia Nikão foi apresentado no Bahia . A negociação pegou o jogador de surpresa e causou protestos da torcida. O jovem de 18 anos afirmou que a decisão da transferência foi tomada pelo Atlético-MG , detentor de seus direitos federativos.

"Os torcedores do Vitória estão me chamando de traíra, mas na verdade eu não tive culpa na negociação. Foi tudo muito rápido e me pegou de surpresa, mas como sou profissional e tenho contrato com o Atlético-MG, tive que acatar toda a situação", explicou em sua primeira entrevista coletiva como atleta tricolor.

Nikão foi titular durante o Campeonato Baiano, colocando o atacante Neto Baiano no banco de reservas. No entanto, nas últimas partidas, não conseguiu ter um bom rendimento e foi preterido na estreia da Série B pelo novo técnico Geninho. Ele terminou o estadual com nove gols, um a menos que Geovanni, artilheiro do time no estadual.

"Vou me esforçar e trabalhar muito para ter o rendimento do início do Baiano e espero dar muitas alegrias ao torcedor do Bahia. Agora que estou aqui, vou honrar a camisa e dar o máximo dentro de campo", prometeu.

Ele vinha treinando no Barradão, mas ainda não sabe se terá condições de jogo para estrear contra o Flamengo, no domingo, no estádio Pituaçu, às 16h (Brasília). "Se tiver oportunidade, vou me empenhar ao máximo", afirmou.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.