Bebel, que também jogou no Santos, diz que passou cinco dias na rua, sem comer, por conta da droga

Bebel faz exercícios na clínica para dependentes
Divulgação
Bebel faz exercícios na clínica para dependentes
Ex-jogadora do Santos e da seleção brasileira feminina de futebol, Stephane Gomes dos Santos, a Bebel, viu sua vida ruir aos 23 anos por causa do crack. A atleta, que foi campeã da Sul-Americana, em 2010, perdeu o controle do vício e chegou até a ser presa. Recuperando-se em um centro de desintoxicação para dependentes químicos, ela relata a amargura que passou por conta da droga e diz que espera voltar a jogar pela seleção.

Deixe o seu recado e comente a notícia com outros torcedores

"É uma chance de ouro para recuperar a vida. De 2011 para cá, perdi o controle e a droga é que tomou conta da minha vida. Cheguei a passar cinco noites na rua, ficar sem comer e ser vítima de agressões e ameaças de morte por outros usuários", diz Bebel, que é usuária de crack desde os 16 anos. Ela foi presa em fevereiro deste ano por ajudar o namorado no furto de um carro, fato negado por ela: "Nunca cometi nenhum delito. Eu estava apenas acompanhando ele e não sabia que ele havia tentado furtar um carro".

Leia mais notícias sobre futebol no iG Esporte

Tentando recomeçar, Bebel foi convidada pela técnica Emily Lima para fazer testes e integrar temporariamente a equipe feminina do Juventus, tradicional equipe do bairro da Mooca, em São Paulo. A equipe ainda avalia se vai contratar a jogadora. Depois de arrumar um clube, o próximo passo é jogar bem para retornar à seleção feminina e disputar as Olimpíadas de Londres , em julho deste ano.

SELEÇÃO: Em meio à crise, Mano evoca 66 e pré-convoca 52 para as Olimpíadas

Bebel tenta recomeço no Juventus, da Mooca
Divulgação
Bebel tenta recomeço no Juventus, da Mooca
“A Andréia Suntaque [atual goleira do Santos e da seleção brasileira] veio me contar que o técnico da Seleção, Jorge Barcellos, disse que eu posso ter uma nova chance, se não pisar mais na bola. A Andréia me disse: todas nós [do time] te amamos. Aqui, é o seu lugar!”, revela Bebel, que está se recuperando no Centro Terapêutico Araçoiaba para Dependentes Químicos, no km 124 da Rodovia Raposo Tavares, em Araçoiaba da Serra-SP.

Acompanhe as Olimpíadas de Londres 2012 no iG Esporte

"Estou absorvendo, ao máximo, tudo de bom que posso tirar desta situação. Todo o cuidado dos psicólogos, médicos, terapeutas e toda a infraestrutura do local, com campo de futebol, academia e piscina. Isso tudo sem falar na convivência com os outros residentes. Eu aprendo muito com eles e eles comigo", disse Bebel.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.