Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Expulsão de Richarlyson em goleada do Fluminense gera polêmica

Talvez por reclamação é que veio a expulsão. Mas o árbitro é que levou o jogador a reclamar (da falta) e ser expulso, disse Carpegiani, que falou no vídeo abaixo

Gazeta Esportiva |

_CSEMBEDTYPE_=inclusion&_PAGENAME_=esporte%2FMiGComponente_C%2FConteudoRelacionadoFoto&_cid_=1237859479077&_c_=MiGComponente_C

O São Paulo já tinha perdido Xandão por cartão vermelho quando Richarlyson dividiu com Rodriguinho, viu o árbitro Heber Roberto Lopes marcar falta e em seguida expulsá-lo. O lance abriu o caminho para a goleada do Fluminense por 4 a 1, em Barueri, e gerou polêmica.

"Não foi falta do Richarlyson", defendeu o técnico são-paulino, Paulo César Carpegiani, após o jogo. "Talvez por reclamação é que veio a expulsão. Mas o árbitro é que levou o jogador a reclamar (da falta) e ser expulso. Com nove homens em campo, o time se descaracterizou".

Questionado se a expulsão teria sido forçada, Ilsinho se limitou a admitir que a situação acabou deixando o jogo "bem complicado". "A gente não está aqui para julgar. Viemos para fazer nosso trabalho e tentar ganhar", disse o lateral direito à Rádio Eldorado/ESPN, na saída de campo.

Este não foi o primeiro cartão vermelho do volante são-paulino no campeonato. Ele já havia sido expulso duas vezes em outubro: na vitória sobre o Santos e no empate sem gols com o Avaí.

"Não foi para ajudar (o Fluminense). Ele (Richarlyson) achou que não fez a falta e reclamou com o Heber, que dá mais cartão por reclamação do que por falta feia. Ele reclamou muito forte, e o Heber, para impor respeito, expulsou", concluiu o atacante Washington, do Fluminense.

Vídeo: Veja o que o técnico do São Paulo disse após o jogo

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG