Internacional já foi apontado como tal, mas tem sentido a ausência de opções em algumas posições

O grupo de jogadores do Internacional já foi considerado o melhor do Brasil nos últimos anos. Chegou a ganhar duas Libertadores e um Mundial de clubes. Mas atualmente convive com carência em mais de um setor.

Tudo começou com a polêmica entrevista de Falcão, dizendo que o grupo não tinha condições de ser campeão brasileiro. Os dirigentes rebateram, cobraram por melhor desempenho dentro de campo , mas buscam por reforços.

Entre para a Torcida Virtual do Inter e convide seus amigos
Grêmio tem a maior torcida do Twitter. Amplie a do Inter

O time sofre com ausências em pelo menos dois setores: defesa e ataque. Um lateral-esquerdo está sendo procurado desde o início do ano. Por enquanto, nada. Fabrício veio da Portuguesa, mas se adaptou melhor no meio-campo. Kléber segue sem ter um substituto imediato.

Os problemas no ataque aumentaram. Rafael Sobis vai embora no fim do mês. O empréstimo com o Al Jazira não será renovado. Cavenaghi pediu pra sair . Caso não aconteça o acordo, ficará treinando em separado. Damião, Zé Roberto, Alex e Gilberto são as únicas alternativas no grupo principal.

A zaga é o novo problema. Sorondo está machucado . Voltará apenas no fim do ano. Rodrigo teve uma embolia pulmonar . Poderão ser até seis meses de recuperação. Juan e Romário vão para a seleção sub-20. Serão quase dois meses longe de Porto Alegre . Confira o grupo que sobrou para Falcão:

Goleiros: Muriel e Agenor. Lauro segue treinando, mas não tem mais sido aproveitado nos jogos. O goleiro fez uma consulta sobre a possibilidade de deixar o clube e acabou perdendo espaço.

Zagueiros: Bolívar, Índio e Rodrigo Moledo.

Laterais : Nei, Alisson, Kléber.

Volantes: Bolatti, Guiñazu, Tinga, Glaydson, Wilson Matias e Élton.

Meias: D´Alessandro, Oscar, Fabrício, Ricardo Goulart e Andrezinho (se recupera de lesão. Será liberado pelos médicos na semana que vem).

Atacantes: Leandro Damião, Zé Roberto, Gilberto e Alex.

Jogadores indisponíveis: Renan e Rafael Sobis (empréstimos terminam no fim do mês); Juan, Romário e Oscar (ficam com o grupo nas próximas duas rodadas do Brasielirão, mas depois viajam com a seleção sub-20), Rodrigo e Sorondo (machucados); Cavenaghi (pediu para sair).

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.