Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Ex-jogador de Cuca, Molina detona o treinador do Cruzeiro

Meia colombiano disse, pelo seu twitter, que cotovelada em Rentería não o surpreendeu e foi uma vergonha

Frederico Machado, iG Belo Horizonte |

A cotovelada do técnico Cuca no atacante colombiano Rentería no final do jogo que eliminou o Cruzeiro na Libertadores continua repercutindo. O meia colombiano Molina, que trabalhou com Cuca em 2008 no Santos, criticou a atitude do treinador pelo twitter, dizendo que agressão foi uma "vergonha".

Em seu perfil no twitter, Molina postou: “Uma vergonha a cotovelada de Cuca, mais ainda não admitir o seu erro porque isso não é um homem, mas eu não estou surpreso, ele é assim mesmo”, alfinetou o meia, que atualmente joga no FC Seul, da Coréia do Sul.

Na sua entrevista coletiva depois da partida, Cuca negou a agressão dizendo que Rentería queria ganhar tempo. Depois da cotovelada, um integrante da comissão técnica do Once Caldas invadiu o gramado, causando muita confusão. O Cruzeiro acabou eliminado ao ser derrotado pelo Once Caldas por 2 a 0 em plena Arena do Jacaré.
 

Leia tudo sobre: CruzeiroCopa Libertadores 2011Cuca

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG