Depois de experiência como técnico nos EUA, ele voltou para assumir cargo de diretor no clube da Baixada Fluminense

Bicampeão brasileiro pelo Flamengo, em 1987 e 1992, Zinho estará do outro lado nesta quarta-feira, no Engenhão. Sócio-fundador do Nova Iguaçu, ele ocupa cargo de diretor de futebol do clube. A expectativa é de um grande jogo e, quem sabe, com um resultado favorável para o seu atual time. 

“Vamos ver se a gente consegue beliscar alguma coisa”, comentou Zinho. “Voltei ao Nova Iguaçu depois de um período como técnico do Miami, nos Estados Unidos. Pela falta de estrutura, decidi voltar. Acabou se transformando num projeto familiar e não profissional”, explicou.

Zinho jogou e foi treinador do Miami. Depois de um tempo afastado do Nova Iguaçu, decidiu voltar ao clube que ajudou a construir. Do Flamengo, ele guarda boas lembranças dos tempos de jogador. Sua última passagem pela Gávea foi em 2004. Por pouco, não voltou como auxiliar técnico.

“O último jogo do Flamengo que eu assisti foi o empate em 0 a 0 com o Atlético-MG, no Maracanã, pelo Brasileiro do ano passado. O técnico ainda era o Rogério Lourenço. O Jorginho (ex-jogador) estava para assumir o cargo e me chamou para ir ao jogo. Mas a negociação não deu certo”, disse Zinho.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.