Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Ex-corintianos do Goiás desconversam sobre a decisão do Brasileiro

Lateral Roberto Carlos deixou no ar suspeita sobre o time do Centro-Oeste ter recebido mala branca para se esforçar contra o Corinthians

Gazeta Esportiva |

Poucos minutos depois de os jogadores do Corinthians desembarcarem abatidos no Aeroporto de Guarulhos, nesta segunda-feira, a delegação do Goiás passou pelo mesmo local com animação. Alguns atletas vestidos de verde eram conhecidos dos corintianos, como o lateral esquerdo Wellington Saci e os atacantes Otacílio Neto e Everton Santos.

O Goiás passou pelo aeroporto paulista para fazer conexão com um voo para a Argentina, onde enfrentará o Independiente na quarta-feira, pela decisão da Copa Sul-Americana. Concentrados na final, os comandados de Artur Neto já não pensam mais no Campeonato Brasileiro: mesmo rebaixados, empataram por 1 a 1 com o Corinthians, que disputava o título.

"Esse jogo com o Corinthians não mexeu com a minha cabeça porque não entrei em campo", desconversou Wellington Saci, que possui contrato com o clube do Parque São Jorge até maio de 2012. "O Goiás jogou com o seu time reserva e, ainda assim, o meu vínculo com o Corinthians me impedia de atuar. Estou tranquilo."

Antes de se transferir para o Centro-Oeste, Saci havia declarado que preferia ser reserva do Corinthians a titular do Goiás. O lateral esquerdo é mais cuidado ao falar sobre o seu futuro às vésperas da decisão contra o Independiente. "Não sei ainda o que vai acontecer. Tenho que conversar com o meu empresário. Mas, por enquanto, estou focado na final da Sul-Americana, com o pensamento positivo. Quero pensar nisso agora", priorizou.

O atacante Otacílio Neto também não enfrentou o Corinthians, pois foi reservado. "Para mim, que não vinha sendo utilizado no Goiás, será ótimo entrar para a história com o título da Sul-Americana. É isso que interessa agora", afirmou. "Sabemos da pressão e da catimba do Independiente, mas o professor tem deixado o time tranquilo", acrescentou.

Titular contra o Corinthians, Everton Santos foi mais a um deixar o ex-clube de lado para destacar a despedida honrosa da Série A. "Jogamos com muita garra e dignidade. Respeitamos a camisa e o torcedor do Goiás, buscando a vitória contra um time que lutou pelo título até o fim", disse o atacante, que participou da campanha do rebaixamento corintiano em 2007.

Ao lado dos ex-corintianos, havia um jogador com passagem pelo Palmeiras. O versátil Wendel aprovou o seu desempenho na última rodada do Brasileirão, ainda mais por ter sido útil contra um antigo rival. Ele renovou o seu contrato por dois anos com o clube do Palestra Itália e aguarda aval do técnico Luiz Felipe Scolari para retornar de empréstimo.

Leia tudo sobre: corinthiansgoiás

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG