oro , Felipe Melo quer ser ídolo na Juventus - Futebol - iG" /
Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Ex- Bidone D oro , Felipe Melo quer ser ídolo na Juventus

Um dos mais elogiados nas últimas semanas, o camisa 4 da Juve enalteceu o carinho da torcida na gestão do atual técnico Luigi Del Neri

Gazeta Esportiva |

Após uma péssima temporada pelo Campeonato Italiano que gerou reflexos em sua atuação pela seleção brasileira na Copa do Mundo, o volante Felipe Melo teve uma boa melhora em seu futebol no segundo semestre e, ansioso, já afirmou que quer se tornar um ídolo da Juventus.

Contratado a peso de ouro pela equipe italiana na última temporada junto à Fiorentina, Felipe naufragou junto com o time que teve um péssimo desempenho e conseguiu apenas a classificação para a Liga Europa. Reconhecendo a queda de rendimento, tanto o time como o jogador se reinventaram e, com muitas novidades, a Vecchia Signora conseguiu ao menos melhorar o desempenho de alguns atletas, dentre eles o brasileiro.

Um dos mais elogiados nas últimas semanas, o camisa 4 da Juve enalteceu o carinho da torcida na gestão do atual técnico Luigi Del Neri, depois de ter sido eleito Bidone D'oro de 2009, troféu dado ao pior jogador do ano, em sua primeira temporada vestindo preto e branco.

"Quero me tornar um ídolo com esta camisa. Estou gostando de ver que este ano as pessoas me aplaudem quando eu saio de campo, e me param na rua para dizer coisas boas. E quero voltar à seleção, e para isso preciso ir bem no meu clube", contou, em entrevista ao jornal Corriele Dello Sport.

Apesar de ter grande confiança no time, ele ainda vê a Juventus um patamar atrás dos líderes do Campeonato, e dos arquirrivais Milan e Inter - o Milan é o primeiro colocado, enquanto que a Inter está em quinto, atrás da própria Juve, mas vem de uma tríplice coroa ao conquistar o Campeonato Italiano, a Copa da Itália e a copa dos Campeões da Europa da temporada 2009/2010.

"Não estamos prontos para ganhar o Scudetto, temos que ser realistas e dizer que o Milan e a Inter estão um passo à nossa frente. Em fevereiro ou março veremos se brigamos pelo título. Agora pensaremos jogo após jogo", projetou.

Leia tudo sobre: futebol internacionalitália

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG