Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Eto'o faz dois gols e garante título da Inter sobre o Palermo

Equipe do técnco Leonardo faz 3 a 1 e conquista pela sétima vez a Copa da Itália

Gazeta |

Getty Images
Eto'o marcou duas vezes na vitória da Inter neste domingo
A Internazionale de Milão conquistou o título da Copa da Itália, neste domingo, com a vitória por 3 a 1 sobre o Palermo, no estádio Olímpico de Roma. O destaque da partida foi o atacante camaronês Samuel Eto'o, que recebeu duas assistências de Sneijder para fazer dois gols para a equipe de Milão.

O terceiro tento da Inter foi marcado por Diego Milito, enquanto Muñoz descontou para o adversário, depois de jogada polêmica. Vice-campeã do Campeonato Italiano, a equipe do técnico Leonardo pelo menos pôde se contentar com seu sétimo título na Copa, e o segundo seguido. Já o Palermo desperdiçou a chance de conquistar seu primeiro troféu do torneio. Antes deste domingo, a última final disputada pelo clube na competição fora em 1979.

Este é o primeiro título conquistado pelo técnico Leonardo em sua carreira de treinador. A taça levantada neste domingo "salva" a temporada da Inter, que até havia conquistado outros dois títulos, a Supercopa da Itália, e o Mundial de Clubes da Fifa, desvalorizado por conta da final contra o Mazembe. No Italiano, foi facilmente superado pelo arquirrival Milan, perdendo a hegemonia no torneio. Na Liga dos Campeões, inesperada eliminação para ao Schalke 04.

O jogo

Na busca pelo seu primeiro título na competição, o Palermo quase abriu o placar, aos 28 minutos de bola rolando. O jovem atacante argentino Pastore recebeu com liberdade na área, mas adiantou demais a bola, e Júlio César saiu do gol para defender.

Do outro lado, a Inter não desperdiçou a oportunidade que teve. Aos 25, depois de vacilo do Palermo no meio-campo, o holandês Sneijder carregou e tocou com precisão na esquerda para Eto'o, que avançou com liberdade atrás da zaga, invadiu a área e tocou na saída do goleiro para balançar as redes.

Apesar do revés, o Palermo ainda quase empatou no primeiro tempo. Depois de bate-rebate na área, Júlio César teve de se esticar para fazer mais uma boa defesa.No segundo tempo, o goleiro brasileiro seguiu importante para o clube, pois fez excelente defesa em cabeceio de Miccoli. Porém, a Inter não perdoou um novo erro do adversário.

Mais uma vez, Sneijder aproveitou vacilo do adversário e fez novo passe para Samuel Eto'o na direita. O camaronês avançou até ficar de frente para o goleiro Sirigu, sem ter dificuldade para finalizar para as redes, aos 31.

Já nos minutos finais, Muños recebeu livre cobrança de escanteio para descontar de cabeça para o Palermo. O gol gerou muita reclamação dos jogadores da Inter, já que o escanteio de origem da jogada deveria ter sido marcado como tiro de meta.

Porém, nos acréscimos, a equipe de Milão voltou a comemorar. Diego Milito recebeu cruzamento na pequena área e só teve o trabalho de empurrar para as redes.

 

Leia tudo sobre: futebol mundialitáliainternazionale

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG