Sem ficar entre os quatro primeiros desde 2001, clube se organizou e espera resultados dentro de campo

Flickr/Clube Atlético Mineiro
Dorival Júnior está no Atlético-MG desde 2010 e é um dos trunfos do clube para o Brasieleiro
Dez anos, esse é o tempo que o Atlético-MG não consegue chegar entre os quatro primeiros colocados do Campeonato Brasileiro. A última vez foi em 2001, quando a competição ainda era disputada no sistema de mata-mata. A eliminação daquela temporada foi para o São Caetano, já na semifinal. Time que mais vezes tinha chegado entre os quatro primeiros colocados até 2002, o Atlético-MG tem amargado resultados ruins ano após ano.

O exemplo mais recente é o Brasileirão do ano passado. Com Vanderlei Luxemburgo no comando técnico e um elenco caro, o time brigou apenas contra o rebaixamento. A vaga na conquistada na Copa Sul-Americana foi mais por conta do demérito de alguns adversários, que caíram de rendimento na reta final da competição. Salvador da pátria em 2010, apesar de não aceitar o rótulo, o técnico Dorival Júnior foi mantido e vai quebrar um tabu de 19 anos no Atlético-MG . Desde 1992, quando era comandado por Jair Pereira, que o time alvinegro não terminava um Brasileiro e começa o seguinte com o mesmo treinador.

Além da manutenção da comissão técnica, o Atlético-MG investiu pesado, ainda mais do que no ano passado. O clube já gastou mais de R$ 24 milhões em contratações , as últimas foram Jonatas Obina e Gilberto . Além do investimento em jogadores criados em outros clubes, o Atlético-MG voltou a contar com a sua categoria de base. Algo que não se via desde o retorno à Série A, em 2006, ainda que de forma mais tímida do que agora.

Com a estrutura física praticamente prefeita, o funcionamento administrativo nos trilhos e investimento no futebol, a expectativa é que o retorno em campo aparece já em 2011. Por enquanto o time fracassou nas duas disputas em que esteve envolvido, no Campeonato Mineiro e na Copa do Brasil. O presidente Alexandre Kalil revelou a conversa que teve com Dorival Júnior depois da derrota para o Cruzeiro, que custou o título mineiro ao Atlético.

“Liguei para o Dorival depois da partida e ouvi uma frase que vou cobrar depois. Ele me disse para ficar tranquilo, que o trabalho está sendo bem feito e os resultados vão aparecer”.

Se o troféu vai chegar em 2011, quando o Atlético-MG comemora 40 anos da conquista de seu título brasileiro , o técnico Dorival Júnior não pode responder. Mas assim como fez em outros clubes , o treinador garante que o Atlético-MG está no caminho certo e uma boa campanha no Brasileirão pode confirmar o que tem sido feito dentro da Cidade do Galo.

“Acho que o Atlético tem de se preparar para isso, se vai ser este ano, ano que vem, não sei, se vai ser com Dorival, não sei, mas enquanto eu estiver à frente do Atlético vou dar o meu melhor para fazer um trabalho de base, bem montado”, disse Dorival, que começa a caminhada com o Atlético-MG neste sábado, contra o Atlético-PR, às 18h30, na Arena do Jacaré.

Ficha técnica.
Nome oficial: Clube Atlético Mineiro
Fundação: 25 de março de 1908
Localização: Belo Horizonte - MG, Brasil
Estádio: Arena do Jacaré
Capacidade: 25 mil pessoas
Presidente: Alexandre Kalil
Treinador: Dorival Júnior
Principais títulos conquistados: 1 Brasileiro (1971), 2 Copas Conmebol (1992 e 1997), 1 Série B (2006) e 40 Campeonatos Mineiros (1915, 1926, 1927, 1931, 1932, 1936, 1938, 1939, 1941, 1942, 1946, 1947, 1949, 1950, 1952, 1953, 1954, 1955, 1956, 1958, 1962, 1963, 1970, 1976, 1978, 1979, 1980, 1981, 1982, 1983, 1985, 1986, 1988, 1989, 1991, 1995, 1999, 2000, 2007 e 2010)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.