Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Estátua de Michael Jackson em estádio do Fulham gera polêmica

Amigo do cantor, dono do clube teve a ideia de fazer a homenagem, que gerou protestos de torcedores

iG São Paulo* |

Getty Images
Dono do Fulham com estátua em homenagem a Michael Jackson
Uma estátua do cantor Michael Jackson está gerando polêmica em Londres. Mais precisamente entre a torcida do Fulham, que viu o proprietário do clube erguer a homenagem em frente ao estádio Craven Cottage, na capital inglesa.

Durante a inauguração da estátua, neste domingo, o magnata Mohammed Al Fayed mandou “ao inferno” os torcedores que não gostaram da ideia. O empresário apresentou a estátua antes do jogo do Fulham contra o Blackpool, pela primeira divisão do futebol inglês. Desde que a ideia de homenagear o astro americano foi divulgada, muitos torcedores do clube protestaram.

A obra havia sido encomendada por Al Fayed em 2009, após a morte de Jackson. Na época, o milionário ainda era dono da luxuosa loja de departamentos Harrods, e originalmente seria exposta na sede dela, no oeste de Londres.

A loja foi vendida e o empresário decidiu colocar a homenagem em frente ao estádio do Fulham. "Por que é bizarro? Torcedores de futebol adoram", disse Al Fayed neste domingo. "Se alguns torcedores estúpidos não entendem e não apreciam um presente como este, que vão para o inferno", completou.

O presidente do Fulham disse ainda que não quer tais fãs no clube, mandando-os para o rival do oeste londrino, o Chelsea, "se não entendem e não acreditam nas coisas que acredito".

Michael Jackson era amigo pessoal de Al Fayed. Ele esteve apenas uma vez no estádio, em 1999. O astro assistiu uma partida contra o Wigan Athletic ao lado do proprietário do clube. "As pessoas de toda a Grã-Bretanha vão fazer fila para vir aqui e visitar a estátua e isso é algo de que eu e todos os outros deveriam se orgulhar”, afirmou.

O zagueiro do Fulhan, Brede Hangeland, defendeu o seu chefe. "Alguns dos nossos jogadores são fãs de Michael Jackson, outros não são e é assim na população em geral", disse. O jogador afirmou ainda que a música de Jackson já foi ouvida no vestiário algumas vezes. "Tenho certeza de que vencemos quando ela foi tocada" Hangeland ainda acrescentou que todos têm "o maior respeito" pelo presidente do clube e que se ele quer que as coisas sejam assim, "então está tudo bem".

Getty Images
Homenagem a Michael Jackson em frente ao estádio do Fulham, em Londres
* com agências

Leia tudo sobre: FulhamInglaterraFutebol mundial

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG