Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Estádio da tragédia no Egito já foi a 'casa' da seleção brasileira

Cidade de Port Said é conhecida por ser a entrada do Canal de Suez e é um importante ponto geopolítico do Oriente Médio

Rodrigo Farah, iG São Paulo* |

Rodrigo Farah/arquivo pessoal
Seleção brasileira sub-20 treina antes de jogo no estádio de Port Said
O estádio de Port Said tomou conta das manchetes ao redor do mundo devido à tragédia da última quarta-feira, que resultou em mais de 70 mortos e centenas de feridos. Mas o que poucos sabem é que o local passou recentemente por uma grande modernização e ainda abrigou os jogos da seleção brasileira durante o Mundial Sub-20 de 2009.

Veja também: “Não consegui dormir até agora”, diz jogador brasileiro no Egito

Fundado em 1955, o estádio mudou de cara há menos de três anos, com direito a implantação de lugares marcados em todos os 18 mil assentos e aumento da segurança para atender aos padrões da Fifa.

O investimento foi realizado para abrigar alguns jogos do Mundial Sub-20 de 2009, incluindo quatro partidas da seleção brasileira. O time nacional ficou por semanas na cidade e ainda fez parte da preparação antes do torneio no local.

A equipe comandada por Rogério Lourenço contava com nomes como Paulo Henrique Ganso, Giuliano e Alex Teixeira e acabou em segundo lugar após a derrota para Gana nos pênaltis, na decisão.

“As minhas lembranças do estádio e da cidade são ótimas. Transmitia muita segurança e a cidade era bem tranquila. É um local com os mesmos moldes dos brasileiros, mas um pouco menor. E outra coisa interessante é que a arquibancada é muito distante do campo por causa de uma pista de atletismo. Não deu para entender essa tragédia”, relembrou Rogério Lourenço, em entrevista ao iG.

Curiosamente, o estádio fica a poucos quilômetros de distância de um quartel do exército egípcio e a poucos metros da praia, do Oceano Mediterrâneo. O estádio de Port Said também marca o fim da principal avenida da cidade, que recebe hotéis e restaurantes voltados para o mar.

Rodrigo Farah/arquivo pessoal
Pão de Port Said é considerado um dos melhores do Egito
Ao longo do Mundial sub-20 a organização foi impecável. Devido à presença da Fifa, o próprio exército egípcio se encarregou da segurança no estádio, o que não acontece normalmente em jogos do Campeonato Nacional.

Saiba mais sobre Port Said
Famosa por abrigar a entrada do Canal de Suez, Port Said conta com pouco mais de 500 mil habitantes e poucas ruas de agitação perto da praia. A cidade é conhecida pela grande presença do exército egípcio devido ao porto da cidade, considerado importante ponto geopolítico do Oriente Médio.

Confira ainda: Depois de batalha campal, manifestantes protestam no Cairo

Uma das curiosidades de Porto Said é a qualidade do pão, um dos melhores do Egito e também a tradição do caldo de cana, uma mania entre os habitantes no local.

*Rodrigo Farah acompanhou o Mundial Sub-20 e a preparação do Brasil no torneio em Port Said null

Leia tudo sobre: egitofutebol mundialseleção brasileira

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG