Última conquista nacional, Copa do Brasil é prioridade para quebrar incômodo jejum

Caio Júnior sonha em fazer o Grêmio voltar a ser campeão nacional
Gazeta Press
Caio Júnior sonha em fazer o Grêmio voltar a ser campeão nacional
Até parece que os atuais jogadores são responsáveis pelo jejum de títulos do Grêmio . Em cada entrevista, seja titular ou reserva, remanescente do ano passado ou novo contratado, a necessidade de voltar a conquistar um campeonato nacional vira assunto. Mais: ganha status de obsessão. É a maneira que o grupo de Caio Júnior encontrou para marcar a temporada de mudança do Olímpico para a Arena.

Mercado da Bola: fique por dentro das últimas negociações do futebol brasileiro

O último título nacional foi a Copa do Brasil de 2001, vencido em 17 de junho, sobre o Corinthians, com um time com Marcelinho Paraíba como grande destaque e Tite no comando técnico. De lá para cá, Série B, vice da Libertadores, segundo no Brasileirão e três Gauchões foram o máximo alcançado. A espera até a final da Copa do Brasil de 2012, marcada para 25 de julho, chegará a 4.023 dias.

Twitter iG Grêmio: Notícias e comentários em tempo real

“É uma exigência do clube pelo momento. Pelo ano que passou. É um ano histórico. Os jogadores entenderam a necessidade de marcar época”, disse Caio Júnior.

O treinador é o maior responsável pelo discurso uniforme. Talvez pela ligação histórica, afinal, foi jogador entre 1985 e 1987. Algo que mexe com seus comandados. Kleber é um exemplo:

“Caio voltou para ajudar o seu time. A torcida está cheia de esperanças. Isso tudo mexe com o grupo. Lutaremos para devolver ao Grêmio os grandes momentos”.

A direção investiu para isso. Em nove reforços, gastou mais de R$ 16 milhões. O meia Marco Antônio foi um deles.

“Nosso ânimo está lá em cima. A vontade de começar e fazer bons campeonatos é enorme. Sabemos da necessidade de títulos. Estamos focados e interessados”, comentou.

Além da Copa do Brasil, o Grêmio irá disputar o Gauchão, a Copa Sul-Americana e o Brasileirão. A meta, além de levantar caneco, é estar na Libertadores em 2013, já na nova casa. Até por que...

“Precisamos retribuiu o apoio da torcida. Mesmo com o jejum, ela nunca nos deixou”, disse o goleiro Victor.

Entre para a Torcida Virtual e convide seus amigos

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.