Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Especialista em reações, Borges cita “estrelas” e aposta em título

Atacante aposta em Neymar e Ganso, e relembra superações de São Paulo e Grêmio no Brasileiro

Samir Carvalho, iG Santos |

Os 17 pontos de desvantagem do Santos para o líder Corinthians podem desanimar qualquer santista, menos o atacante Borges . Isso porque, o jogador virou especialista em reações no Campeonato Brasileiro. O camisa 9 esteve presente das extraordinárias reações de São Paulo , em 2008, e Grêmio , em 2010, que estavam em situações semelhantes a do Santos.

Siga o Twitter do iG Santos e receba as notícias do time em tempo real

AE
Experiente em reações, Borges acredita que Neymar e Ganso não deixarão o Santos na zona de rebaixamento

Além da experiência no Brasileiro, Borges confia no elenco santista para reagir na competição, e deixar a zona de rebaixamento. Apesar de possuir três jogos a menos, o Santos na 17ª colocação, com apenas 11 pontos ganhos. Entretanto, o atacante acredita que Neymar e Ganso podem fazer a diferença no campeonato.

“Já havia jogado contra, mas jogando a favor é diferente. Já sabia da qualidade do elenco do Santos, mas jogando perto são grandes jogadores, o Neymar deve ser um dos melhores do mundo. Ganso com a visão de jogo que tem, também. A equipe teve uma melhora mesmo com resultados negativos e essa nuvem vai passar”, afirmou Borges.

Entre para a Torcida Virtual do Santos e convide seus amigos

Em 2008, o atacante ouviu os matemáticos dizerem que o São Paulo tinha 1% de chance de conquistar o título do Brasileiro. Na época, o Grêmio abriu onze pontos de vantagem para o São Paulo na primeira rodada do segundo turno. No entanto, o time do Morumbi conquistou o título da competição, e Borges foi o autor do gol da conquista na última rodada.

Dois anos depois, Borges defendia o Grêmio e fez parte de outra reação fantástica. Os gaúchos completaram o primeiro turno na zona do rebaixamento, e terminaram o Brasileiro na quarta colocação, conquistando uma vaga na Copa Libertadores da América.

“Quando eu jogava no São Paulo o time chegou a ter só 1% de chance e conseguimos. E no ano passado, a situação no Grêmio era bem pior, reagimos e fomos para a Libertadores. Por isso, não tenho dúvida nenhuma de que vamos brigar pelo título”, concluiu Borges.
 

Leia tudo sobre: santosborgesbrasileirão 2011neymarganso

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG