Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Especialista em bola parada, Assunção se vê traído pela própria arma

Volante palmeirense viu seu time perder para o arquirrival com dois gols de bola parada, sua especialidade

Gazeta |

Futura Press
Marcos Assunção comemora gol contra o Corinthians homenageando o humorista Chico Anysio
Considerado por muitos o principal batedor de falta do futebol brasileiro na atualidade, Marcos Assunção viu seu Palmeiras sofrer da mesma arma neste domingo. O time alviverde foi derrotado de virada por 2 a 1 pelo arquirrival, no Pacaembu, graças a duas jogadas de bola parada que saíram dos pés de Jorge Henrique e terminaram com gols de Paulinho e Márcio Araújo (contra).

Deixe o seu recado e comente esta notícia com outros torcedores

"As oportunidades que o Corinthians teve foram essas. Não tivemos atenção para marcar e saber que os jogadores deles são bons de bola parada. Hoje tomamos um gol de uma maneira que nós estamos muito acostumados a fazer", disse o camisa 20, autor do gol palmeirense em arremate de longa distância, de fora da área, no primeiro tempo.

Leia mais: Em três minutos, Corinthians acaba com invencibilidade do Palmeiras

Assunção participou de 15 dos 38 gols do Palmeiras na temporada, sendo cinco de falta e um com bola rolando, além de oito assistências diretas e uma indireta. Na condição de peça importante da equipe, o volante reforçou sua insatisfação ao dizer que seria possível derrotar o Corinthians neste domingo se não tivesse faltado atenção.

Confira ainda: Valdivia diz que Palmeiras começou o segundo tempo com sono

"Dois erros, duas desatenções, e em um clássico não tem como errar, não se pode errar, dar espaço para um time como o Corinthians. Dois erros que custaram nossa vitória. Se não tivéssemos errados, sairíamos com a vitória", avaliou o jogador, sem tirar o mérito adversário: "O Corinthians é uma grande equipe e fez um bom jogo".


 

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG