Meia alegou ter ficado chateado com a própria atuação em empate com Figueirense

Substituído aos oito minutos do segundo tempo do empate com o Figueirense , Escudero protagonizou uma cena que contratou com a personalidade calma revelada em cinco meses de Grêmio : reclamou, xingou e até chutou uma garrafa de água no banco de reservas do Orlando Scarpelli, em Florianópolis. Reprovação à decisão do técnico Julinho Camargo?

Entre para a Torcida Virtual do Grêmio e convide seus amigos

Twitter iG Grêmio: Notícias e comentários em tempo real

Não. No desembarque da delegação no aeroporto Salgado Filho, em Porto Alegre, na manhã desta quinta-feira, o meia argentino tratou de minimizar o fato. Disse que estava chateado com a própria atuação:

“A irritação foi comigo mesmo. Esperava muito mais do meu rendimento em campo".

Escudero, assim como a

equipe, esteve abaixo do apresentado na vitória sobre o Coritiba

. Tanto que deu lugar a Lúcio que, embora Julinho o considere lateral-esquerdo, atuou improvisado no meio como na época de Renato Gaúcho. Para enfrentar o América-MG, dia 27, o treinador pode sacar Bruno Collaço e fazer a parceria entre Lúcio e Escudero.

De folga nesta quinta, o Grêmio se reapresenta na sexta. O treino é às 9h30min.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.