Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Escolha o melhor esquema para o Corinthians utilizar Adriano

Um 4-3-3 ousado e dois estilos de 4-4-2 são as formações mais prováveis. Uma coisa é certa: Liedson não sai

Bruno Wincker, iG São Paulo |

Adriano só poderá estrear pelo Corinthians no dia 22 de maio, na abertura do Campeonato Brasileiro contra o Grêmio, em Porto Alegre. Mas, até lá, o técnico Tite terá de quebrar a cabeça para montar um time no qual o atacante seja escalado.

Em entrevista ao iG, Tite disse que, em 26 jogos pelo clube, já teve de montar três equipes diferentes. Com Adriano, ele terá a necessidade de readaptar sua equipe a um novo estilo.

Após a Libertadores e a chegada de Liedson, o Corinthians passou a jogar com dois meias (primeiramente Ramírez e Danilo). Apesar das vitórias, o esquema não convenceu o treinador, que optou por ter Morais centralizado no meio-campo ofensivo, com Jorge Henrique mais recuado e a dupla Dentinho/Liedson mais à frente.

Tite dificilmente abrirá mão de Adriano e Liedson se ambos estiverem em boas condições físicas. E nesta hora, três opções se escancaram como as mais plausíveis para serem utilizadas (veja abaixo).

Na primeira opção, Tite poderia resgatar o esquema que teve sucesso com Ronaldo em 2009. O “Imperador” jogaria centralizado na linha de ataque com Liedson de um lado e Jorge Henrique ou Dentinho do outro.

[]A segunda, um pouco mais conservadora, não teria Dentinho. Jorge Henrique comporia o meio campo ao lado de Morais. Na frente, Liedson e Adriano formariam a dupla de ataque.

A terceira opção resgataria outra formação que Tite utilizou nos seus primeiros jogos ao final de 2010. O meio campo seria formado no formato losango. Dentinho e Jorge Henrique deixariam a equipe. Ramirez entraria para atuar ao lado de Paulinho, com Morais mais adiantado.

Na terça-feira, Tite comentou sobre as possibilidades que se abrem, mas preferiu afirmar que esperará para ver Adriano em campo antes de decidir o que fazer. “Grandes equipes são feitas com diferentes estilos. Em um determinado jogo será importante ter um pivô, bom na bola área. É uma formação que vai se fazer necessária também”, disse.

O treinador voltou a dizer que poderá escalar Liedson e Adriano sem perder a potencialidade de nenhum dos dois. “Podem jogar juntos? Podem. Mas minha primeira preocupação hoje é o campeonato paulista”, disse Tite, ciente de que Adriano, ainda em recuperação de uma cirurgia no ombro no Rio de Janeiro, só estará definitivamente nos treinos do Corinthians na segunda metade de abril.

Leia tudo sobre: CorinthiansAdriano

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG