Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Escalação de Arouca na Libertadores depende de conversa com Adilson

Volante não está confirmado para o duelo contra o Deportivo Táchira na próxima terça-feira, na Venezuela

Samir Carvalho, iG Santos |

O volante Arouca não está confirmado para a estreia do Santos na Copa Libertadores da América, diante do Deportivo Táchira, na próxima terça-feira, às 22h45 (de Brasília), em San Cristóbal, na Venezuela. Recuperado de uma lesão na coxa esquerda, o técnico Adilson Batista declarou que a escalação do volante vai depender do resultado de uma conversa entre ele e o atleta.

“Já conhecemos o Arouca, temos que entender ou relevar, foi o primeiro jogo dele no ano (contra o Noroeste). Preciso conversar com o Arouca para ver se ele joga ou espera. Usaremos o pós-jogo para definir se ele inicia na Libertadores”, afirmou o técnico Adilson Batista.

O volante sentiu a lesão na coxa durante a pré-temporada no CT Rei Pelé. O atleta, que não havia entrado em campo neste ano, voltou a defender o Santos na partida contra o Noroeste na última sexta-feira, na Vila Belmiro. O treinador demonstrou não ter ficado satisfeito com o desempenho do jogador, que foi substituído na segunda etapa pelo volante Adriano.

Arouca não jogava desde o dia 28 de novembro do ano passado, quando o Santos jogou contra o Avaí, em partida válida pela penúltima rodada do Campeonato Brasileiro. Desta forma, o atleta sentiu a falta de ritmo de jogo, mas espera alcançar a forma ideal com a sequência de partidas.

“Foi só o meu primeiro no ano e acho que meu esforço ajudou a equipe. Saí porque não era válido forçar muito. Fico feliz por não ter sentido mais nada, só a falta de ritmo mesmo. Aos poucos, vou adquirindo a forma ideal”, disse Arouca.


 

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG