Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Equilíbrio marca retrospecto do Cruzeiro contra colombianos

Em 2004, Deportivo Cali, da Colômbia, eliminou o então campeão brasileiro dentro do Mineirão nos pênaltis

Frederico Machado, iG Belo Horizonte |

Arquivo
Até Alex perdeu pênalti na eliminação da Libertadores de 2004, contra o Deportivo Cali
A história do Cruzeiro na Libertadores mostra que os duelos contra times colombianos sempre são complicados para o time mineiro. Em seis jogos disputados até aqui contra equipes desse país, foram três vitórias e três derrotas. E olha que os colombianos já foram responsáveis até por eliminação cruzeirense no principal torneio continental. Sinal amarelo para a partida contra o Deportes Tolima, na próxima quarta-feira, em Ibague.

Em 2004, o Cruzeiro chegou à Copa Libertadores como um dos favoritos, credenciado pela brilhante temporada de 2003, quando conquistou o Campeonato Mineiro, a Copa do Brasil e o Campeonato Brasileiro. O time ainda contratou o renomado Rivaldo, principal reforço para a Libertadores.

Mas o favoritismo não entrou em campo e os cruzeirenses foram eliminado exatamente por uma equipe colombiana nas oitavas de final: o Deportivo Cali. No primeiro jogo, em Cali, na Colômbia, 1 a 0 para os adversários. Na partida de volta, 2 a 1 para o Cruzeiro no Mineirão, levando a decisão para os pênaltis. Nas penalidades, 3 a 0 para os colombianos, quando até Alex desperdiçou uma cobrança.

A outra vez que o Cruzeiro mediu forças contra times da Colômbia foi em 1975. O mesmo Deportivo Cali foi do grupo do Cruzeiro. O Atlético Nacional, outra equipe colombiana, também era da chave. No total, duas vitórias e duas derrotas.

Jogos na Colômbia

Quando o assunto é jogar na Colômbia, o Cruzeiro não tem boas lembranças. A equipe mineira só venceu uma vez lá, em 1975. O triunfo foi sobre o Atlético Nacional, por 2 a 1 (com gols de Nelinho e Roberto Batata). Nos outros dois jogos que disputou no país pela Libertadores perdeu pelo mesmo placar: 1 a 0 (1975 e 2004) para o algoz Deportivo Cali.
 

Leia tudo sobre: CruzeiroCopa Libertadores 2011

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG