Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Entre ironias e contradições, Andrés Sanchez não confirma nem nega Adriano

Em coletiva na quinta-feira presidente corintiano se cansou de falar do Imperador. E suas respostas podem gerar as mais variadas interpretações

Bruno Winckler, iG São Paulo |

O presidente corintiano Andrés Sanchez se predispôs a conceder uma entrevista coletiva na quinta-feira para falar de tudo que envolvesse o Corinthians. Mas nenhum assunto foi mais comentado do que uma possível negociação do atacante Adriano com o clube do Parque São Jorge. Entre negativas, ironias e falsas esperanças, Sanchez acabou se contradizendo entre tantas perguntas e respostas sobre o mesmo tema. O iG compilou linha por linha do que Sanchez falou sobre o assunto. Ao leitor fica a chance de tirar suas próprias conclusões. Vale lembrar que o contrato de Adriano com a Roma expira em 2013 e a multa rescisória do jogador gira em torno de R$ 69 milhões.

Contratar o Adriano é impossível?
Sanchez:
Impossível só a morte, o Corinthians oficialmente não negociou com o Adriano. O Gilmar (Rinaldi, empresário do jogador) esteve aqui durante meia hora conversando e não falamos nada disso. Isso é coisa do Ronaldo com o Adriano, não sei como vazou, se é verdade ou não, mas desde que o Ronaldo assine os dez cheques pré-datados do salário dele o Adriano pode aparecer no Corinthians.

Dá para negociar com a Roma?
Sanchez:
Se vocês falarem para mim que eu tenho de contratar o Adriano perante a Roma é impossível. Mas se o Adriano conseguir se livrar da Roma e for só pelo salário, sem problema. No marketing ele pode trazer e buscar receita, mas da forma como foi feita com o Ronaldo hoje não dá.

A contratação do Adriano será uma surpresa?
Sanchez:
Adriano no Corinthians uma surpresa? Uma surpresa não. Vai ser uma daquelas coisas que acontecem uma vez a cada 50 anos.

A diretoria do Corinthians já esteve com o Adriano?
Sanchez:
O Corinthians, que sou eu e o Mário Gobbi que mexe com negócio de atleta, nunca falamos, nunca conversamos, nunca tentamos nem ligar para o empresário do Adriano e muito menos para a Roma. Isso é coisa do Adriano e do Ronaldo que se falam todo dia, há anos, são amigos particulares, que começou tipo pô, você tem que vir para o Corinthians, tem que vir para o Corinthians, e isso virou uma bola de neve. Então nós não vamos alimentar uma coisa que eu creio que é quase impossível. Torcedor tem que ter consciência disso. Amanhã não vem o Adriano e vem o Zezinho, meu deus do céu. Vai ser um escândalo. Então o Corinthians oficialmente não participa e não participou de nada com o Adriano. Simplesmente isso.

O Adriano pode estar entre os jogadores que o Corinthians vai contratar para o ano que vem?
Sanchez:
Nós vamos contratar de três a cinco jogadores e acabou. E desses três a cinco pode ser Adriano? Pode ser Kaká? Pode. Mas não tem nada disso. Nós estamos conversando com um nível de jogadores diferente.

Você confirmaria uma negociação se efetivamente existisse uma?
Sanchez:
 Se eu estivesse negociando com Adriano ou com qualquer outra pessoa e vazasse essa informação eu viria aqui e confirmaria. Mas não tem nada.

Vale a pena trazer Adriano?
Sanchez:
Primeiro que eu não acredito que o Adriano venha jogar no Corinthians. E segundo que depois que o Ronaldo veio jogar no Corinthians, e está há dois anos aqui, não tem jogador que não queira vir pra cá. O Corinthians apesar de muita gente duvidar mudou muito, está muito mais acessível no trabalho aos atletas, dá muito mais condição do que qualquer outro clube brasileiro e tendo isso às vezes para o nível de jogador que estão dizendo não é só salário que conta. Salário ele vai ganhar bem aqui, lá, onde for. Mas é a estrutura, é confiança da comissão técnica, dos diretores, é uma condição de trabalho melhor, e isso graças a Deus o Corinthians tem. Não está no ideal ainda, mas nos próximos anos aí vai chegar no ideal.

O Ronaldo pode ser decisivo para trazer o Adriano para o Corinthians?
Sanchez:
O Ronaldo é amigo do Adriano há muito tempo. O Ronaldo, assim como fala para o Adriano, falou para o Roberto Carlos, fala para o Kaká, fala para o (David) Beckman (sic). Ou! Vocês têm que vir jogar no Corinthians que aqui é o melhor clube do mundo. Que está tudo beleza, simplesmente isso. Uns dão certo, outros não dão certo. Uns vão, outros não vão. Mas eu garanto que na hora que tiver que acertar, se é que vai ter que acertar você vai ver quem é que vai ter que fazer o cheque. Na verdade eu dou risada. Ainda mais porque eu falo publicamente que se ele (Ronaldo) fizer os cheques lá pode vir quem ele quiser. Vou falar o que?

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG