Estádio recebe famílias e ambulantes aproveitam para faturar com o movimento no clássico Flamengo x Botafogo

Até a bola rolar, o clássico Flamengo x Botafogo , pelas semifinais da Taça Guanabara, teve um clima de paz dentro e fora do Engenhão. Nos acessos ao estádio, não houve registro de violência entre as duas torcidas, diferentemente de outros confrontos. Com o Maracanã fechado para reformas visando ao Mundial de 2014, no Brasil, o estádio arrendado pelo clube de General Severiano será palco dos principais clássicos pelos menos até 2013, quando o outrora Maior do Mundo for reaberto para a Copa das Confederações.

O policiamento agiu de forma eficiente no isolamento das torcidas, que entram por setores independentes. Nos arredores, além de grupos uniformizados, famílias e casais de namorados caminhavam tranquilamente na chegada ao estádio. Bares e ambulantes lucraram com o clássico. Dona Marília dos Santos, de 67 anos, armou sua incrementada barraca de cachorro quente, com direito a água e cerveja gelada, na Rua Doutor Padilha. Segundo a aposentada, o trabalho informal vale também pelo contato com os torcedores. Dona Marília, que é torcedora do Vasco, gosta do clima de festa.

“Meu Vasco podia estar jogando, meu filho. Mas eu não esquento. Gosto de ver a animação das pessoas, que passam por aqui cantando, balançando bandeiras. Quando não tem briga, então, parece até Carnaval”, contou a aposentada, moradora do Engenho de Dentro, bairro onde é localizado o estádio.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.